Terça-feira, 21 de Maio de 2019
BOA FASE

Manaus vence Rio Negro por 2 a 0 e emplaca quinta vitória em sequência

Com direito a muita emoção, expulsão e golaço nos acréscimos, o Gavião segurou o bom momento do Galo da Praça da Saudade com gols de Jefferson e Vitinho



WhatsApp_Image_2019-03-24_at_17.56.56_78770E4D-EAFD-4797-94C2-C7C3132E79F0.jpeg
(Foto: Jair Araújo)
24/03/2019 às 18:38

A tarde de domingo (24) foi de comemoração para os torcedores do Manaus. O time emplacou a quinta vitória consecutiva ao bater o Rio Negro por 2 a 0, e assumiu a liderança isolada do segundo turno da competição.

Com direito a muita emoção, expulsão e golaço nos acréscimos, o Gavião segurou o bom momento do Galo da Praça da Saudade com gols de Jefferson e Vitinho. O líder ainda contou com o empate entre Princesa e Nacional, em Manacapuru para abrir distância no topo da tabela.

Na próxima rodada, o Manaus enfrenta Princesa do Solimões e pode garantir a passagem para a semifinal do segundo turno. Enquanto isso, o Rio Negro viaja até Itacoatiara para enfrentar o Penarol e na busca para voltar à zona de classificação.

O jogo

A primeira grande chance do jogo saiu dos pés de Jefferson, atacante do Manaus, aos 9 minutos. O jogador recebeu cruzamento rasteiro, conseguiu finalizar, mas parou na trave. No rebote, Dolem parou na zaga e Jefferson conseguiu completar para o fundo das redes, mas em posição irregular.

O Manaus seguiu no campo de ataque e dominava totalmente a posse de bola enquanto tentava superar a retranca do Galo. Aos 24, mais uma chance clara, dessa vez de cabeça com Rossini, que recebeu cruzamento preciso de Sávio, mas a bola saiu ao lado do gol.

O cenário não mudou até o fim do primeiro tempo e Jefferson, ainda parou na trave mais uma vez aos 42, após cruzamento de Rossini em que o atacante completou de cabeça. Mesmo com toda a pressão, o placar terminou zerado na primeira etapa.

No segundo tempo, a primeira finalização do Gavião surgiu logo com um minuto e veio de longe, com Panda, que quase acerta o alvo em chute forte. Aos 9, no entanto, o Rio Negro não suportou a pressão e Jefferson conseguiu superar a defesa do Galo. Após cruzamento de Rossini, o centroavante teve tranquilidade para escolher o canto e cabeceou para o fundo das redes.

Mesmo com  a vantagem, o Manaus seguiu dominando, ainda assim o Rio Negro conseguiu encontrar uma chance e quase empata em cabeçada de Lucas Espiga, aos 16, mas o goleiro Milton fez grande defesa.

Na reta final do jogo, o Manaus decidiu segurar o resultado, recuou o time e ainda teve um um jogador expulso, após Jean Carlos receber o segundo cartão amarelo aos 37 minutos. Com este cenário, o Gavião passou a valorizar ainda mais a posse de bola, esperando um lance para matar o jogo. E ele apareceria aos 49. Após escanteio para o Rio Negro, a defesa do Manaus afastou a bola que caiu nos pés de Vitinho. O jogador seu uma arrancada impressionante, partiu do campo de defesa, deixou a defesa do Galo para trás, chegou até a área adversária, deixou o goleiro no chão e marcou um golaço, definindo a vitória do Gavião.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.