Publicidade
Esportes
Preparação

Mantendo rotina de treinos, Fast se prepara para estreia na Copa Verde

O técnico falou dos pontos fortes do Rolo Compressor, mas reconhece que tem coisas para ser corrigida 23/02/2017 às 05:00
Show cavalo
(Foto: A CRÍTICA)
Camila Leonel Manus (AM)

Segundo jogo no ano, segunda competição de 2017 e o Fast segue se preparando para se dar bem contra o Santos do Amapá. Os dois times jogam pela Copa Verde no dia 5 de março em Manaus.
Na tarde de ontem, o Fast realizou treino na Ulbra, Zona Sul de Manaus, e o treinador João Carlos Cavalo aproveita para trabalhar pontos específicos com a equipe.

“Agora a gente vem trabalhando aspectos do jogo no que diz respeito ao comportamento tático. Também estamos aprimorando a parte física”, disse.

Para dar mais ritmo de jogo, Cavalo contou que na próxima semana o time deve fazer um amistoso. “O time vem crescendo. O momento agora é de ajuste”, frisou. Apesar do otimismo, o treinador sabe que  há coisas para corrigir e o jogo contra o Vila Nova, pela Copa do Brasil, serviu para analisar como a equipe se comporta.

“Eu acho que no contexto geral o time foi muito bem. Temos que procurar corrigir coisas diante do que aconteceu no segundo tempo”. Entre as correções, Cavalo destaca a aproximação do time, jogadas de recomposição e erros que permitiram o contra-ataque do adversário. 

A única baixa no elenco fastiano é Matheus Cruz, que sofreu uma pancada no joelho contra  Vila Nova. O atacante segue fazendo fisioterapia e hoje deve passar por uma ressonância magnética para avaliar o grau da lesão.

Publicidade
Publicidade