Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
VAI DEIXAR SAUDADE

Marcelinho se despede com homenagem e mais uma taça na Bulgária

Após uma década defendendo as cores do Ludogorets, o meia amazonense encerrou seu vínculo com o clube erguendo pela nona vez o título nacional búlgaro



TA_A_9CD8AC14-FCDA-4EC6-B257-E45AA59744DB.jpg Foto: Divulgação
08/07/2020 às 21:00

Em uma festa com direito a ‘bandeirão’ e placa entregue pelo presidente do clube, o meia amazonense Marcelinho se despediu do Ludogorets nesta quarta-feira (8), clube que defendeu por uma década. No adeus ao time no qual ergueu mais outros cinco troféus, o jogador se emocionou junto aos ex-companheiros.

Com lágrimas nos olhos e na companhia dos filhos, o manacapuruense de 35 anos foi homenageado pelos companheiros e torcida presente à Arena Ludogorets, onde o clube venceu o Levski Sofia por 3 a 0, na partida que marcou a entrega da taça  do Campeonato Búlgaro da temporada 2019/2020.



Esse, aliás, foi o nono título seguido da competição nacional na qual Marcelinho ajudou os “Águias” a conquistar. Além do eneacampeonato, o camisa 84 também ergueu  uma taça da Bulgária e três Supertaças da Bulgária, se tornando um dos maiores ídolos da história do clube do leste europeu.

Futuro indefinido

Apesar de ter participado intensamente da festa do título, Marcelinho não foi a campo mais como atleta do Ludogorets. O jogador e o clube não acertaram a renovação de contrato e o amazonense deve retornar ao Brasil onde decidirá seu futuro no futebol.

Em entrevista ao CRAQUE na semana passada, o jogador revelado na base do Princesa do Solimões revelou que sonha um dia em encerrar a carreira no Tubarão do Norte. No entanto, Marcelinho ainda não decidiu o que fará da carreira.

“O futuro é continuar jogando. A ideia era ficar mais uma semana aqui na Bulgária para organizar tudo e depois ir embora, passar primeiro em São Paulo, depois ir ver meus pais em Manacapuru”, disse o jogador.

News denir 5aee6cdd 1d6a 4786 8dc7 d70985711b16
Editor de Esportes
Jornalista formado na Uninorte em 2010. Entrou para a equipe de A Crítica em 2014, como repórter para a Copa do Mundo no Brasil. Atualmente é editor do caderno de esportes, o Craque, onde segue na luta pela divulgação do esporte baré.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.