Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
publicidade
1.gif
Piter no comando do Operário no antigo estádio da Colina pelo Campeonato Amazonense 2011
publicidade
publicidade

Craque

Marcos Piter assina com Operário para a disputa da Copa Amazonas

Treinador Campeão Amazonense 2013 e vice-campeão 2014 com o Princesa vai comandar o Sapão na Copa Amazonas


10/09/2015 às 18:51

Revelação do futebol amazonense nos últimos anos, Marcos Piter está de volta ao comando do Operário, clube que o revelou à beira do campo em 2011. O treinador manacapuruense vai comandar – pela segunda vez - o maior rival do Princesa, clube onde se destacou para o futebol conquistando o título inédito do Estadual 2013 e o vice-campeonato em 2014, além de disputar a Copa do Brasil.

Sem clube desde as semifinais do Estadual deste ano quando comandou o Penarol, Piter assinou contrato com o clube por questão de gratidão.

“O Beto (presidente do Operário) pediu para eu dar uma ajuda na Copa Amazonas e aceitei. Tenho uma gratidão muito grande por eles. Foram eles que me deram oportunidade como treinador em 2011. Vai ser um prazer ajudar o clube que me lançou”, disse o treinador.

Com valores salariais abaixo da expectativa, Piter afirma que o dinheiro fica em segundo plano e o sentimento da gratidão prevalece.

“Sou uma cara que sei reconhecer. Não é porque estou num momento bom, e agradeço a Deus, pois isso foi com muita humildade e trabalho, que não vou ajudar. Sou grato ao clube e vou dar o melhor. A missão é chegar como sempre cheguei com os outros clubes. Vou trabalhar com a mesma intensidade”, afirmou.

Tem que ter estrutura

publicidade

As inúmeras dificuldades vividas pelo Operário na temporada não foram esquecidas pelo treinador. Mas a falta de recursos estruturais e financeiros que lavaram o Sapão da Terra Preta ao último lugar no Estadual, não é visto como empecilho.

“Sou um cara sério, muito profissional e cobro muito. Sei das dificuldades do clube. Pedi apenas o básico para trabalhar. Se eu não tiver o básico, quem me conhece sabe, não começo nem a trabalhar”, revelou.

Time sendo montado

Além da base que disputou o Estadual, o treinador espera contar com quatro jogadores conhecidos da região.

“Como podemos contar apenas com quatro jogadores com idade acima de 20 anos vou contar com o Piru, que esteve no Penarol, Baé, que estava no Princesa, e o Toró. O Beto tava em contato com o Thiago Brandão e o Clemilton. Também vou contar com a maioria dos jogadores da base do clube”, garantiu Piter que pretende iniciar os trabalhos na próxima segunda-feira (14).

A estreia do Operário na Copa Amazonas vai ser no dia 10 de outubro, às 16h30, contra o Manaus FC, no estádio Jornalista Carlos Zamith, na Zona Leste de Manaus.

publicidade
publicidade
Filho de Marquinhos Pitter brilha na base do Operário e já acumula títulos
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.