Publicidade
Esportes
Craque

Marreta em busca de ‘2º round’

Após pausa na carreira, boxeadora luta contra peso e por patrocínios para voltar ao cenário nacional 12/07/2013 às 09:59
Show 1
Pedro Nunes revelou Maria Marreta para o mundo do boxe em 2005
Paulo Ricardo Oliveira ---

Maria Marreta briga contra o peso e a favor de patrocínio para disputar o Campeonato Brasileiro que acontece de 21 a 26 deste mês, em Campo Grande. Contra o peso, a maior boxeadora da história do Amazonas até então tem tido sucesso.

Marreta, que foi campeã brasileira da categoria meio-médio-ligeiro (até 64 quilos), ganhou 23 quilos após resolver abandonar o boxe por problemas particulares. Ela, que estava pesando 87 quilos, já perdeu sete para lutar na categoria pesado (a partir de 80 quilos). A luta em busca de patrocínio, porém, parece bem mais complicada. Desempregada, a ex-campeã brasileira, que chegou a ser a sexta colocada do ranking mundial no meio-médio-ligeiro feminino, vive a desconfiança alheia.

“Ainda não tenho patrocínio. Muita gente acha que estou acima do peso e não conseguiria competir em alto nível. É um engano. Quanto maior o peso, mais forte é a porrada (risos)”, brinca a atleta, que tem no direto de direita seu ponto forte.

Maria fará uma luta-treino contra Kleber Duarte neste sábado, a partir das 19h, na Arena Ring Boxe, anexa ao ginásio Zezão, no bairro São José. De acordo com o treinador dela, Pedro Nunes, presidente da Federação Amazonense de Pugilismo (FAP), o confronto diante de um homem se justifica porque Marreta não tem adversárias mulheres a altura. “É para assimilar os movimentos”, diz Nunes.

A boxeadora também é filiada à Federação Amazonense de Boxe (FAB), entidade que tem aval da Secretaria de Estado da Juventude Esporte e Lazer (Sejel), via Centro de Alto Rendimento da Vila Olímpica. “Eu sou filiada à federação de pugilismo, mas me filiei também à de boxe para treinar no Centro de Alto Rendimento. Acontece que estou desempregada e não tenho condições de ir todos os dias até a Vila Olímpica. Por isso treino na Arena Ring Boxe com o Pedro (Nunes), que me dá uma grande força. Lá é mais perto de onde eu moro, mas a Sejel me garantiu passagens aéreas para Campo Grande”, ressaltou.  

Boxe amador no Zezão

A luta-treino de Maria Marreta fecha o card da sexta etapa do Circuito Shopping Grande Circular de Boxe Amador, levado a cabo pela FAP (veja quadro). O Grupo Somaza e a Quality Distribuidora apoiam o evento.

Publicidade
Publicidade