Publicidade
Esportes
Craque

Meninas do Hulk vencem a Portuguesa (SP), fazem cinco gols e se classificam para a segunda fase do Brasileiro

Iranduba precisava de cinco gols para se classificar e fizeram direitinho o dever de casa em plena na quarta-feira de cinzas 10/02/2016 às 23:15
Show 1
Com dois gols, Nathane ajudou o Hulk a passar para a segunda fase do Brasileiro
Anderson Silva Manaus (AM)

A inédita classificação do Iranduba para a segunda fase do Campeonato Brasileiro aconteceu de forma arrasadora. E olha que as meninas do Hulk entraram em campo em plena Quarta-Feira de Cinzas (10) e depois de 11 minutos de atraso por conta da falta de luz no estádio Ismael Benigno, a Colina. 

Precisando fazer cinco gols para não depender de outros resultados para avançar de fase, as meninas do Verdão não deixaram a Portuguesa (SP) respirar e balançaram a rede adversária, exatamente, cinco vezes. Mari (2), Nathane (2) e Paulinha foram às responsáveis pelos gols da classificação, que contou com uma atuação de gala da capitã Djani, que incendiou o estádio da Colina com belas jogadas.   

O jogo

O Iranduba precisava do resultado positivo no início do jogo, mas foi a Portuguesa que chegou com perigo. Aos três minutos, em contra-ataque, Lucélia passou pela goleira Maike, a bola ainda resvalou na zagueira do Iranduba e bateu no travessão. No rebote, Aline chutou por cima.

A capitã do time, Djani passou a colocar ordem na casa. A volante tratou de arriscar de fora da área e deu trabalho para a goleira Michele. A pressão começou a dar certo. A atacante Kelen também arriscou, mas isolou a bola.

O gol não demorou a sair. Com o apoio da torcida de quase dois mil presentes, as meninas abriram o placar.  Aos 12, Kelen deixou Mari na cara do gol que tocou na saída da goleira. 1 a 0.

A pressão do Iranduba ficou mais forte. Aos 14, Djeni chutou de fora da área nas mãos de Michele.  No lance seguinte, a volante tentou por cobertura de fora da área. Restou a goleira Michele ficar olhando a bola bater no travessão.

Antes do final do primeiro tempo, Nathane e Kelen ainda colocaram duas bolas na trave da Portuguesa.

Na volta pro segundo tempo, o Iranduba não deixou a Lusa respirar. Assim como no primeiro tempo, Mari tratou de deixar a torcida enlouquecida depois de receber o passe de Djani e chutar fora da área, aos oito minutos. 2 a 0.

Dois minutos depois, Nathane recebeu na área chutou em cima da goleira Michele, que não encaixou a bola, e mesmo caída conseguiu mandar por cobertura. 3 a 0.

Sem reação e mostrando cansaço, a Portuguesa não segurou a pressão das meninas do Hulk, que pela quarta vez mandou a bola na trave, desta vez com a zagueiro Sorriso.


Roberta saiu de ambulância da Colina. A suspeita é que a atleta tenha deslocado o ombro (Foto: Evandro Seixas)

A pressão pelo quarto gol passou na ser intensa e aos 29 Nathane estufou as redes ao aproveitar o rebote da goleira no forte chute de Karen. 4 a 0.

O gol da classificação inédita para a segunda fase saiu dos pés de Paulinha, que entrou no lugar de Mayara. A camisa 20 acertou o canto direito de Michele, 5 a 0, e muita festa da torcida que saiu eufórica com as meninas do Iranduba.

Possíveis adversários

Na 1ª colocação e de folga na última rodada, o Iranduba espera somente Santos definir a colocação na última rodada da primeira fase. Caso fique em segundo lugar, o Hulk vai enfrentar Corinthians, Flamengo ou São José (SP). Se passar em primeiro enfrenta o Foz Cataratas (PR), Rio Preto (SP) ou São Francisco (BA).

Publicidade
Publicidade