Sábado, 24 de Agosto de 2019
Craque

Meninas do Iranduba fazem jogo decisivo pelo Brasileirão de futebol feminino

Equipe amazonense, que enfrentará o time do Viana, do Maranhão, joga por uma combinação de resultados para seguir na competição. A equipe está na terceira posição na tabela e treinou forte a fim de vencer o adversário que é o lanterna do grupo



1.jpg As meninas do Iranduba jogam por uma vitória e ainda torcem por um resultado paralelo para seguir no Brasileirão da modalidade.
04/10/2014 às 10:08

O Iranduba da Amazônia, única equipe de futebol feminino do Amazonas, joga todas as suas fichas na partida deste sábado (4), às 14h30 (horário de Manaus), contra a equipe do Viana, no estádio Nhozinho Santos, em São Luiz, no Maranhão. A equipe amazonense tenta a todo custo uma vitória, além de torcer contra um adversário direto, para seguir sua caminhada pela conquista do título do campeonato brasileira da modalidade.

A equipe do Iranduba (localizada a 39 quilômetros de Manaus) está em terceiro lugar no grupo 4, com os mesmos quatro pontos do vice-líder, o Caucaia-CE. No entanto, o time amazonense possui um saldo negativo de menos quatro gols, e só a vitória importa para o Alviverde Irandubense (como é conhecido o clube). Além de vencer, o representante do Estado têm de torcer que o líder Pinheirense-PA empate com ou vença as cearenses. As duas equipes se enfrentam no Pará em jogo realizado no mesmo horário.

O time irandubense desembarcou na manhã desta sexta-feira (3) na capital maranhense, após quatro horas de viagem. No fim da tarde, a equipe realizou uma atividade física de aproximadamente 50 minutos na praia do Hotel PraiaMar. Na ocasião, a equipe alongou, fez o trabalho físico e momentos depois deu uma longa caminhada na praia.

O treinador do Iranduba, Olavo Dantas, não estará à frente da equipe nesta partida por conta de obrigações militares. O Alviverde Irandubense será comandado interinamente pelo preparador físico José Said, que comentou sobre a atividade.

“Um treino leve, sem grandes desgastes. Nossas jogadoras não são acostumadas com viagens, então, nada melhor que uma leve movimentação física para tirar das pernas o peso da viagem”, explicou.


Quanto às chances de avançar na competição, o preparador e treinador da equipe repetiu as palavras do técnico do time: “O time está bem treinado e agora depende só da gente. Vamos fazer a nossa parte e tentar sair daqui com o melhor resultado possível. Vamos fazer o nosso”, disse o então comandante.

Defesa forte e respeito às adversárias

Responsável por manter a segurança da defesa, a zagueira Joyce Kelle é um dos destaques da equipe na atual temporada. Com o trabalho sério feito ao longo a temporada, a defensora acredita que a coroação desse esforço será a classificação para a próxima fase da competição.

“A gente vem trabalhando muito duro para conseguir chegar até onde chegamos. O trabalho que estamos fazendo aqui é sério. As outras jogadoras, assim como eu, também querem avançar para a próxima fase”, comentou a defensora.

“Kelly” (como é carinhosamente chamada pelas companheiras) defendia as cores do alviverde interiorano em 2013, e enfrentou a mesma equipe no ano passado, conseguindo a vitória. Porém, a zagueira preferiu respeitar as adversárias, pregando o repeito acima de tudo.

“A equipe mudou em relação a que enfrentei ano passado. Apesar de ser um time diferente do de 2013, precisamos ter respeito com elas. Vamos tentar impor o nosso jogo e quem sabe, fazer o melhor para vencermos”, afirmou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.