Publicidade
Esportes
Guerreiras na arena

Meninas do Iranduba treinam pela primeira vez na Arena da Amazônia

Elenco do Hulk fez o primeiro de três treinos programados para o estádio da Copa de 2014. Time amazonense se prepara para encarar o Corinthians pela segunda fase do Brasileirão 15/03/2016 às 15:47 - Atualizado em 15/03/2016 às 16:26
Show spo es22aa
Meninas do Hulk se preparam para sequência do Brasileirão feminino.
Evandro Seixas Manaus (AM)

A tarde desta segunda-feira (14) foi só delas. Pela primeira vez, as meninas do Iranduba treinaram na Arena da Amazônia. O estádio da Copa de 2014 foi palco do primeiro dos três treinos que a equipe fará em preparação para a partida contra o Corinthians, dia 23 deste mês, pela segunda fase do Campeonato Brasileiro Feminino.

O técnico Felipe França comandou por duas horas o treino que serviu para as jogadoras se familiarizarem com o gramado.

“Deu para reconhecer o gramado. As meninas podem tocar mais a bola e se familiarizarem com a dimensão do gramado para não chegar aqui e ser uma coisa estranha. A Arena é muito bonita. Espero que o dia 23 seja de casa cheia para a torcida nos apoiar e chegarmos à vitória”, disse o treinador.

Durante o treino, Felipe já colocou em prática a “missão” para tentar parar as meninas do Parque São Jorge.

“Já conhecemos o sistema de jogo delas e já trabalhamos sabendo da maneira que elas vão jogar para que não tenhamos surpresas na hora do jogo. Nossa equipe é de posse de bola e de bastante toque e o gramado nos ajuda muito. Quem vim para o jogo vai ver um espetáculo muito bonito”, garantiu o treinador.

Familiarizar

Na busca de se familiarizar com a Arena, a capitã do time Djenifer Becker se impressionou com o local do jogo da próxima semana. “Não sei se é só impressão, é que parece ser bem mais largo o campo e isso acaba dificultando a marcação para compactar mais as linhas”, declarou a jogadora já pensando nos próximos treinos no local.

“É treinar mais vezes para se adaptar melhor. Em um treino a gente sente a diferença, mas é arrumar melhor para estar mais pronto para o jogo”, analisou a volante, sentindo o clima quente dentro do estádio.

“Dá para perceber que o clima aqui é mais abafado. Isso tu do, querendo ou não, conta. A gente estando adaptada isso conta a nosso favor e não para as adversárias”, afirmou.

Também em  busca de se familiarizar, a atacante Nathane espera usufruir dos outros treinos no local.

“Temos que aproveitar mais dos outros dois treinos para sentir mais a grama. Aqui é um pouco mais abafado e na colina é mais fresco porque é aberto. Vamos tentar nos treinos não ter diferença e correr atrás de um bom resultado na próxima semana”, afirmou a atleta.

Publicidade
Publicidade