Publicidade
Esportes
Arriba!

México vence Coreia do Sul por 2 a 1 e pressiona seleção alemã no Grupo F

Caso a Alemanha seja derrotada no duelo contra a Suécia, último jogo deste sábado (23), estará eliminada da Copa do Mundo e mexicanos se classificam antecipadamente para as oitavas 23/06/2018 às 13:36
Show 000 16h5t5
Foto: AFP
Agência France-Presse Rússia

O México ficou muito perto de garantir a vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo, neste sábado, depois de vencer a Coreia do Sul por 2 a 1 pela segunda rodada do grupo F.

Carlos Vela abriu o placar em cobrança de pênalti, aos 26 minutos do primeiro tempo, e Chicharito Hernández ampliou a vantagem em contra-ataque veloz, aos 21 da segunda etapa. Son Heung-Min fez um golaço de fora da área para diminuiu o placar, aos 48.

A vitória deixa os latinos na liderança do grupo F com seis pontos, seguidos de Suécia (3), Alemanha (0) e Coreia do Sul (0). Para conquistar a vaga no mata-mata de maneira antecipada, basta a Alemanha não vencer a Suécia na última partida do dia.

O cenário pressiona ainda mais os atuais campeões mundiais, que se perderem o duelo europeu vão terminar eliminados na fase de grupos e se juntar a França (1998), Itália (2006) e Espanha (2010) como defensores de títulos que sofreram vexames na edição seguinte da Copa do Mundo.

Na última rodada, o México enfrenta a Suécia, em Ecaterimburgo, enquanto a Coreia do Sul encara a Alemanha, em Kazan. Os dois jogos serão disputados no dia 27 de junho, às 11h pelo horário de Brasília.

Jogo aberto

Embalados com a vitória sobre a atual campeã Alemanha, os mexicanos começaram ditando o ritmo de jogo e dominando as ações ofensivas, sendo a melhor delas com Chicharito aos 11 minutos. 

Do outro lado, a Coreia do Sul apostava em contra-ataques em velocidade e quase saiu na frente com sua estratégia, com Son desperdiçando oportunidade, aos 21.

Mas o México saiu em vantagem após partida movimentada nos minutos iniciais. A equipe chegou bem pelo lado esquerdo com Andrés Guardado, que tentou cruzamento e foi cortado com toque de mão de Jang Hyun-Soo. Pênalti que Carlos Vela bateu bem para converter, aos 26 minutos, para abrir o placar.

Depois do gol, os coreanos saíram mais para buscar o jogo. Son, meia do Tottenham inglês, era o jogador mais perigoso e quase conseguiu empatar em cobrança de falta, aos 30, e em contra-ataque rápido, aos 38.

Vaga próxima

Após o intervalo, o México recuperou o domínio e foi mais perigoso no reinício do jogo. A melhor chance, no entanto, só veio aos 12 minutos, quando Andrés Guardado arriscou da meia lua e viu o goleiro Jo Hyeon-Woo voar para buscar a bola no ângulo e evitar o gol.

Mas os coreanos não desistiam do empate e começaram a atacar. Numa das idas ao ataque, no entanto, os asiáticos perderam a bola com Ki e estavam desorganizados na defesa. 

O time latino americano saiu em muita velocidade com Lozano, que em três contra dois escolheu passar a bola para Chicharito. O atacante limpou o zagueiro com categoria e bateu firme para ampliar, aos 21.

Depois de tentar durante toda etapa e parar em bloqueios adversários ou na boa atuação de Ochoa, Son foi recompensado com um golaço aos 48 minutos. O camisa 7 recebeu na entrada da área, puxou para o meio e bateu com a perna esquerda no ângulo do arqueiro mexicano.

Mas a Coreia está muito perto da eliminação e precisa de combinação de resultados improvável para continuar viva.

Publicidade
Publicidade