Publicidade
Esportes
Caso de Justiça

Ministério Público vai cobrar explicações à CBF sobre ingressos caros

O Ministério Público estadual irá protocolar uma ação contra a CBF pelo valor abusivo dos ingressos para a partida entre Brasil e Colômbia, em Manaus 18/07/2016 às 22:04 - Atualizado em 18/07/2016 às 23:15
Show arena da amazonia 0019  1
O jogo acontece no dia 6 de setembro, na Arena da Amazônia (Foto: Mauro Neto/Sejel)
Camila Leonel Manaus (AM)

Susto, esta foi a reação do torcedor amazonense no dia 11 de junho, quando foi divulgado o preço dos ingressos para a partida entre Brasil e Colômbia no dia 6 de setembro. O jogo é válido pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

O ingresso mais barato, para o anel superior, custa R$ 220 e a meia, R$ 110, um valor muito maior do que os dos ingressos cobrados quando a Seleção jogou em cidades como Salvador, Recife e Fortaleza. Comparando o valor dos ingressos em Manaus aos valores cobrados em Fortaleza, no jogo entre Brasil e Venezuela, chega a 260% de diferença.

Devido ao aumento, o Ministério Público do Amazonas, por meio da 51ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa do Consumidor, que tem como titular o Promotor de Justiça Otávio Gomes, ira propor à Justiça, às 9:30 h, na sede do Ministério Público, uma ação civil pública com pedido de liminar para suspensão da venda de ingressos.

De acordo com o Promotor Otávio Gomes, várias reclamações e representações foram recebidas pelo MP-AM devido aos valores.
Na ação, o promotor determina que a CBF suspenda a venda até que os preços sejam ajustados para valores compatíveis com os das demais partidas que o Brasil fez como mandante, o ressarcimento dos valores pagos com preços abusivos, a fixação de uma taxa única para vendas pela internet e a numeração dos ingressos.
Grande diferença

Nas eliminatórias para a Copa do Mundo, o Brasil fez três partidas em casa: contra a Venezuela, em Fortaleza, contra o Uruguai, em Pernambuco, e contra o Peru, em Salvador.

No Ceará, o ingresso mais barato custava R$ 70 reais. Para assistir à partida entre Brasil e Uruguai, o ingresso mais barato custava R$ 100 a inteira e R$50, a meia. Já na Arena Fonte Nova, em Salvador, o setor Norte era o mais barato custava R$ 30 reais, a meia. Nos outros anéis (intermediário e inferior) o preço foi de R$ 60 (meia). Nas capitais, o ingresso mais caro era de R$ 300, o camarote por pessoa. Em Manaus, o valor de camarote é de R$460 por pessoa. O ingresso mais barato para a o jogo é R$220, apenas R$80 reais a menos do que o camarote em outras cidades.
Procurada pela reportagem, a CBF disse que irá se pronunciar apenas após a ação ser protocolada, mas afirmou que a entidade foi procurada pelo MP local pedindo informações.

Confira os preços  dos ingressos:

Brasil e Uruguai em Pernambuco, Arena Pernambuco

Setor superior:  R$ 100 (inteira) / R$ 50 (meia)
Setor inferior:  R$ 160 (inteira) / R$ 80 (meia)
Lounge VIP (Oeste Inferior):  R$ 200
Deck Premium (Leste):  R$ 200
Camarote:  R$ 300 (valor por pessoa, )
Setor Villa Mix:  R$ 25

Brasil e Peru, Fonte Nova, Bahia

Setor Super Norte   -  R$ 30 (meia)
Anéis (intermediário e inferior) R$ 60 (meia)
Camarote  R$ 300 (por pessoa).
Lounge Premium  R$ 200

Publicidade
Publicidade