Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
Craque

Missão Canadá: equipe da Rede Calderaro pronta para cobrir o Pan-Americano de Toronto

Trio de profissionais de jornalismo do maior grupo de comunicação do Norte do País desembarca no Canadá com a missão de acompanhar os atletas brasileiros e, principalmente, os amazoneses na competição continental 



1.jpg
Equipe da RCC estará no Canadá na cobertura dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015.
03/07/2015 às 20:22

Tudo pronto para mais um show de cobertura esportiva da Rede Calderaro de Comunicação. A RCC desembarca no Canadá com a missão de deixar o amazonense por dentro de tudo o que ocorre nos XXVII Jogos Pan-Americanos. O Pan de Toronto 2015 contará com mais de 6 mil atletas disputando 364 medalhas de ouro.

A equipe formada por José Augusto Souza (repórter e editor), Carol Queiroz (repórter) e Rui Silva (cinegrafista) está encarregada de mostrar os bastidores, o lance a lance, as curiosidades  que envolvem a competição que conta com a presença de atletas do Amazonas na luta pelo lugar mais alto no pódio. “A missão é trazer material exclusivo de Acritica.  Vamos ter reportagens esportivas , os bastidores, o clima na vila olímpica, a preparação dos atletas”, afirmou  José Augusto.

O experiente cinegrafista Rui Silva, que esteve nos Jogos Sul-Americanos de Medellin, em 2010, e na Olimpíada de Londres, em 2012, falou sobre os equipamentos e a logística da equipe da RCC na cobertura do Pan de Toronto. “Estamos levando uma câmera de última geração... o mochilink, para fazer a conexão com Manaus e temos uma base de edição onde vamos ficar hospedados. Além dos equipamentos necessários para esse tipo de evento que é muito grande e requer uma certa experiência”, disse. 

Carol  volta pra “casa”

Do trio que viaja hoje para os Jogos a mais empolgada era a repórter Carol Queiroz. A apresentadora do CRAQUE na TV morou em Toronto por oito meses quando fez intercâmbio de inglês na cidade canadense e disse que é como estar voltando pra casa.

“Estou super feliz, super ansiosa. É como se eu estivesse voltando pra casa (risos). Mas foi há muito tempo... espero mostrar uma visão amazonense dos Jogos. O que o atleta amazonense vai fazer, o que vai comer, a sensação de estar numa cidade segura, onde tudo funciona. trazer um pouco da experiência deles por lá”, relatou.

Para o diretor-presidente do sistema Acritica de Rádio e Televisão, Dissica Tomaz, o projeto também serve como  preparativo para a cobertura da Olimpíada Rio 2016. “Essa equipe vai fazer um trabalho preparativo para abrir portar para o ano que vêm. Vamos fazer um projeto agressivo, assim como fizemos em Londres, em 2012. Vamos usar jornalistas nossos, até para que eles estejam preparados para esses grandes eventos”, afirmou Dissica. 

 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.