Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
Resultado do exame pode custar a anulação do combate, a perda de um bônus de R$ 116 mil por Luta da Noite e uma suspensão de nove meses
publicidade
publicidade

Craque

MMA: Pezão põe culpa em médico por punição no UFC

Atleta foi às redes sociais explicar a presença de níveis elevados de testosterona antes da luta contra Mark Hunt, no último sábado (14)


19/12/2013 às 12:44

Após a divulgação de seu exame positivo para níveis elevados de testosterona na sua luta contra Mark Hunt, no último sábado (14), o lutador Antônio Pezão foi às redes sociais esclarecer a condição que o levou a ultrapassar os níveis hormonais permitidos pelo UFC, que regulou o evento na Austrália.

O peso-pesado contou que deu início ao tratamento de reposição de testosterona (TRT) há alguns meses, e que o aumento da dosagem havia sido recomendado a ele pelo médico Márcio Tannure, diretor da Comissão Atlética Brasileira de MMA.

publicidade

“Esclarecimento: meses antes da minha luta, procurei o médico do UFC no Brasil, Dr. Márcio Tannure, para que eu pudesse dar início à reposição hormonal ‘TRT’ devidamente autorizada e reconhecida por um profissional, então dei início ao tratamento e, duas semanas antes de minha luta, fiz todos os exames exigidos pelo UFC e, mesmo assim, meu nível de testosterona continuava baixo, então fui recomendado pelo médico a aumentar a dosagem de aplicação e assim eu fiz. Infelizmente, meu nível de testosterona subiu muito e fui suspenso pelo nível muito elevado. Eu apenas fiz o que foi recomendado,o erro não foi meu, pois tudo foi passado por uma pessoa formada que entende do assunto”, disse ele, que pegou nove meses de suspensão pelo UFC.

Luta
A luta contra Mark Hunt aconteceu no sábado (14), e desde já é considerada uma das mais emocionantes do ano. Com cinco rounds sangrentos (que custaram a Pezão a colocação de pinos nos dedos) e cheios de reviravoltas, os pesos-pesados Pezão e Mark Hunt acabaram terminando num raro (e histórico) empate.

O flagrante do atleta no exame antidoping pode custar a anulação do combate, a perda de um bônus de R$ 116 mil por Luta da Noite e uma suspensão de nove meses.

publicidade
publicidade
Médico acusado de estuprar pacientes fica calado durante interrogatório
Federação de Jiu-Jitsu realiza 8ª edição do Warrios No Gi neste sábado (27)
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.