Publicidade
Esportes
Craque

Mototaxista vira árbitro do Peladão por um dia e fatura R$ 50

Sílvio César, 41, se ofereceu para marcar um jogo no último sábado (11) cuja equipe de arbitragem estava atrasado e acabou sendo árbitro por um dia 17/10/2014 às 18:29
Show 1
'Foi um jogo tranquilo', segundo Sílvio
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Pode acontecer tudo no Peladão, menos uma partida deixar de ser realizada por falta de árbitro. A regra é clara, e nesse fim de semana, no jogo entre Francana e Amigos da Duque, permitiu que um mototaxista virasse árbitro por um dia.

A tarde do último sábado era apenas mais uma na vida do mototaxista Sílvio César, 41 anos, até ele decidir dar uma parada no CSU do Parque Dez, zona Centro-Sul de Manaus. Com horário certo para começar, a partida entre Francana e Unidos da Duque estava atrasada porque a equipe responsável pela arbitragem não havia chegado.

Amante do futebol, Sívio uniu o útil ao agradável: se ofereceu para marcar a partida e, em troca, os times lhe dariam um trocado para compensar o tempo que ele ficaria com a moto parada. O negócio foi aceito pelas equipes, e o mototaxista recebeu R$ 25 de cada time.

No final do jogo e com os R$ 50 no bolso, Sílvio elogiou as duas equipes, que se portarem bem. “Foi um jogo tranquilo, os jogadores eram disciplinados, e fizeram um jogo técnico. Nem parecia que o jogo era de times amadores”, disse o mototaxista e juiz.

Sílvio mora no São José, na zona Leste de Manaus. Ele conta que costuma trabalhar das 18h às 0h. No sábado, como ainda tinha um tempo de folga até  começar suas jornada de mototaxi, decidiu passar no CSU do Parque Dez para ver o movimento no campo.

“Aí vi que não tinha juiz, então me ofereci e os caras me chamaram e aceitei. O dinheiro já foi um extra”, comentou Sílvio após o jogo.

Marcílio, um dos coordenadores do Francana, gostou do trabalho do mototaxista. “Ele marcou direitinho”, disse. O Francana venceu a partida por 1 a 0.

Regra

Pelas regras do Peladão, na primeira fase do campeonato, para todo jogo, uma equipe que participa da competição é sorteada para marcar uma partida. O time que não apresentar uma equipe de arbitragem é eliminado do torneio.

No jogo entre Francana e Unidos da Duque, a equipe responsável pela arbitragem era a Amigos do Joab. Até o final da partida, nenhum representante do clube apareceu no campo. Se a regra for aplicada, o time está eliminado.

Segundo o artigo 84 do código disciplinar do Peladão, “Todo clube participante do Peladão Brahma 2014, nas diversas categorias e naipes, é obrigado a ter uma equipe de arbitragem, composta por 01 (um) Árbitro, 02 (dois) Fiscais de Linhas e 01 (um) Comissário”.

O primeiro parágrafo do artigo 84 do código disciplinar determina que, “quando a equipe designada para arbitrar um jogo não comparecer para arbitrá-lo, a equipe será eliminada do campeonato, e seus resultados anteriores na fase serão anulados”.

Publicidade
Publicidade