Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
FUTEBOL

'Mudou a página', diz Mateus Oliveira sobre novo clube no futebol baré

Atacante conquistou o acesso com o Manaus FC para a Série C em 2019, sendo um dos artilheiros da equipe com oito gols



125179933_10224496350260803_5229424888151158548_o__1__8CE6ACCC-6EDE-47A4-B4D8-BCE5E4941CA8.jpg Foto: Divulgação
11/11/2020 às 21:22

Oliveira chegou ao Fast para tentar o seu segundo acesso para a Série C do Brasileirão. O atacante que tem a imagem diretamente ligada ao Manaus, um dos rivais do Tricolor de Aço nos últimos anos em finais de Barezão, é agora peça do setor ofensivo do técnico Ricardo Lecheva para a continuidade da Série D.

O atacante que estava no Barcelona de Ilhéus-BA, foi anunciado na última quarta-feira (10), no Fast Clube. Aprovado nos exames médicos, Mateus já deve ser figurinha tarimbada para estar à disposição de Lecheva na partida deste sábado (14), às 15h (horário de Manaus), diante do Bragantino-PA, na Arena da Amazônia. O treinador do Fast comentou a chegada do novo atleta.

“É sempre bom ter jogadores experientes no elenco, principalmente um atleta que viveu no ano passado um acesso nessa própria competição que estamos disputando. Ele é um jogador que tem uma qualidade que eu entendo que será muito benéfica para o nosso grupo, aguerrido, que briga o jogo todo pelo seu espaço e pela bola”, comentou Lecheva.

O técnico ainda voltou a ressaltar a experiência do atacante, que se torna o terceiro jogador com mais idade no elenco do Fast, ficando atrás apenas do meia Marco Goiano, que tem 34 anos, e do lateral esquerdo Sousa, mais experiente com 37: “Então isso é muito importante, aliado a essa experiência recente do acesso que teve ano passado no seu ex-clube, então com certeza é um atleta que só tem a somar e engrandecer o nosso elenco que temos aqui hoje”, concluiu.

Já Mateus se diz motivado com a chegada ao Rolo Compressor, que será seu segundo time dentro do futebol amazonense após a passagem pelo Gavião do Norte.

“Diferente! Esta será minha primeira oportunidade em vestir a camisa do Fast, já joguei várias vezes contra, mas nunca tive a oportunidade de vestir essa camisa, até porque em praticamente dois anos foi só atuando no Manaus, então você fica focado no objetivo de lá, mas como eu disse, mudou a página agora, eu estou no Fast e espero que seja um ano tão bom como foi o ano passado, seja no coletivo como no individual”, afirmou o atacante, que na edição de 2019 da Série D, foi vice-artilheiro com oito gols marcados.

O atleta desembarca em um Fast que já tem a classificação encaminhada. Terceiro no grupo A1, basta vencer o Bragantino-PA e torcer por um tropeço do Galvez-AC para ser líder isolado do grupo e um tropeço do Independente-PA de quebra garantir com duas rodadas de antecedência a classificação para a próxima fase.



João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.