Publicidade
Esportes
Craque

Multicampeão, amazonense Xande Ribeiro ensina a Arte Suave nos Estados Unidos

Ao lado do Irmão, Saulo Ribeiro, Xande fundou a Universidade do Jiu-Jitsu no EUA. Hoje a academia que prega atitude, disciplina, honra e respeito posui mais de 200 alunos matriculados 18/12/2015 às 20:13
Show 1
Teoria e prática: Xande Ribeiro segue livro de jiu-jitsu em seus ensinamentos
Anderson Silva Manaus (AM)

Sete vezes campeão mundial de jiu-jitsu, o amazonense Alexandre Ribeiro, 34, conhecido no mundo das lutas como Xande Ribeiro é considerado uma lenda viva do esporte. Destaque em todas as partes do mundo, o lutador e empresário vive nos Estados Unidos e vai passar as festas de final de ano, ao lado da família, aqui em Manaus.

Viajando pelo mundo todo ao lado do irmão, Saulo Ribeiro, promovendo o estilo “Ribeiro jiu-jitsu”, o lutador aproveitou a estada em Manaus para aplicar um treino para veteranos e novatos na academia, Areafit. Ao lado do irmão, Xande criou em Ohio, nos EUA, a University of Jiu-Jitsu - Universidade do Jiu-Jitsu – e hoje é referência.

“Em 2007 conversei com meu irmão (Saulo Ribeiro – penta campeão mundial de jiu-jitsu) a respeito de quanto o jiu-jitsu era ensinado de qualquer jeito. As pessoas vão, rolam, não tem parâmetros, disciplina... Foi meio que uma forma de a gente fazer um sistema educacional. A pessoa entra, estuda o jiu-jitsu, tem que ter uniforme, tem que saber se portar dentro do tatame...”, explicou Xande, citando  os problemas encontrados no passado.

 “Isso foi mais uma estruturação da bagunça que era o jiu-jitsu. Na época do Hélio Gracie o jiu-jitsu era muito estruturado. Durante uma fase remota virou  muito bandalheira, nêgo chegava de qualquer jeito, não tinha respeito com o mestre, nêgo brigava na rua... Então foi uma forma de formalizar a educação dentro do jiu-jitsu”, contou.

Atualmente, com mais de 200 alunos, a Universidade é bastante procurada por atletas iniciantes. “É uma academia como outra qualquer, não tem muita diferença. O Saulo tem o livro, Jiu-Jitsu University, que é o  maior livro da história do jiu-jitsu. E nos baseamos no livro. Depois que a pessoa se gradua à faixa azul, ela entra no sistema normal de treinamento, como qualquer outra academia”, disse o faixa preta, sob olhar atento dos alunos.

Ribeiros pelo mundo

“Hoje temos mais de três mil alunos nas diversas academias Ribeiro espalhadas pelo mundo. Quando cheguei aos Estados Unidos, em 2002 para dar aula, depois de largar a faculdade de Direito no Rio de Janeiro aos 21 anos, acabei vendo que era grande à procura pelo esporte. Fui dar aula, mas por experimento. Me adaptei ao estilo de vida americano, a comodidade, e falei para os meus pais que não iria voltar. Em 2005 meu irmão se mudou pra lá e estamos juntos até então”, destacou o lutador, falando da dificuldade de ser empresário-atleta.

“É muito difícil. Graças a Deus tenho meu irmão. Quando estou focado no treino, ele está focado mais na parte administrativa, quando ele está no treino, estou na parte administrativa”, contou.

Publicidade
Publicidade