Segunda-feira, 27 de Maio de 2019
NOS PÊNALTIS

Na Arena, Guerreirinhos é campeão na categoria infantil do Peladão Brahma 2016

Após jogo terminar em 1 a 1, time se saiu melhor nos pênaltis e garantiu o troféu pelo segundo ano consecutivo. Nas cobranças, o placar foi de 3 a 1 para o time dos Guerreirinhos



28/01/2017 às 17:17

O Guerreirinhos/Feira da Banana conquistou o bicampeonato dá categoria infantil do Peladão Brahma 2016. Após o jogo terminar 1 a 1, gols de Ícaro e Juan Gabriel, o jogo foi para as penalidades. Nas cobranças, o placar foi de 3 a 1 para o time dos Guerreirinhos. O último pênalti foi batido por Felipinho.

As duas equipes começaram o primeiro tempo cadenciando o jogo, trocando passes e procurando espaço. A primeira equipe a oferecer perigo foi o Idesca/Palas com Carlos Eduardo carregando a bola pelo lado esquerdo. Ele cruzou buscando os jogadores dentro da área, mas os Guerreirinhos afastaram o perigo e saíram em contra ataque. A jogada rápida terminou com um chute que passou perto do gol.           

O jogo seguiu equilibrado, mas os Guerreirinhos quando chegavam ao ataque investiam na velocidade. Luizinho aos 13 minutos chutou de fora da área, a bola quicou na frente do goleiro e foi para fora. Danyllo também experimentou de longe, mas não conseguiu abrir o placar.  Enquanto isso, o Idesca/Palas chegava na bola parada principalmente com chutes de Iran Daniel. 

No segundo tempo, o Guerreirinhos chegou com força total e logo no primeiro lance, eles cruzaram a bola pra área, a zaga afastou. Escanteio. Danyllo cobrou e Ícaro, no segundo pau, pegou de primeira para abrir o placar. 

Em desvantagem, o Idesca compactou o time e passou a buscar o contra ataque. As principais chances saíam dos pés de Lúcio em jogadas de bola parada. Aos cinco minutos, Lúcio cobrou falta e o goleiro do Guerreirinhos buscou no ângulo. Aos 11 minutos em cobrança de falta de Lúcio, a bola explodiu no travessão, no rebote o goleiro conseguiu defender.

Tanta insistência do Idesca/Palas deu certo. Aos 18 minutos após cruzamento para a área, Juan Gabriel completou para o fundo das redes. 1 a 1. No último minuto João Bessa chutou pra área, a bola foi desviada. No escanteio, bola pra área, na sobra, Danyllo completou em direção ao gol, mas a zaga tirou em cima da linha.

Com a igualdade no placar o jogo foi para as penalidades.  O Guerreirinhos abriu a série com Danyllo batendo colocado e convertendo. Iran Daniel, do Idesca/Palas, mandou a bola para fora. Ícaro bateu com categoria e abriu 2 a 0. Na vez de Everton, o camisa 15 cobrou e deixou 2 a 1, mas Felipinho converteu sua cobrança dando o troféu para os Guerreirinhos/Feira dá Banana pelo segundo ano seguido.

"Agora que acabou estou feliz, calmo, é só comemorar agora", disse Danilo, autor da primeira cobranças pênaltis dos Guerreirinhos.

O técnico do Idesca/Palas Atena, Bruno Cristoférson, reconheceu a qualidade do adversário. "A diferença é que os Guerreirinhos trabalharam mais e foram merecedores do título por isso. Deus ajuda quem trabalha mais que nós que paramos no final do ano, enquanto eles estavam treinando forte para a final da competição".

Campeão no ano passado pelo Guerreirinhos, Felipe também falou da emoção de cobrar o último pênalti do jogo. "Foi uma emoção, fui campeão no ano passado, é hoje tive o privilégio de ter feito o último gol de pênalti. Só tenho a agradecer a toda essa torcida que nos acompanha e ao time", disse;

O técnico do Guerreirinhos, Jairo Seixas, disse que o jogo foi um grande confronto. "Foi um jogão, 1 a 1, jogo muito bom, e foi decidido como tinha que ser, no detalhe. Os meninos são muito novos, então colocamos os que estavam melhor psicologicamente para bater e deu certo".


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.