Domingo, 22 de Setembro de 2019
Craque

Na estreia da Copa dos Bairros de Vôlei, Castelo Branco vence Aparecida por dois sets a zero

No Centro de Esporte e Lazer Dom Jackson (Compensa), um dos conjuntos que mais chamou a atenção foi o Castelo Branco. Com uma equipe sólida e esbanjando bom desempenho, o representante da Zona Centro-Sul fechou a partida após marcar 25 a 15 e 25 a 20 em cima da Aparecida 



1.jpg O jogador Augusto Zany compõe o time da Aparecida
06/10/2013 às 13:44

A disputa para ver qual área da Cidade detém a melhor equipe de “saque e bloqueio” começou neste final de semana (05 e 07) com a estreia da I edição da Copa dos Bairros de Vôlei “Taça Paulo Avelino Filho”, evento promovido pela Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), com apoio da Federação Amazonense de Vôlei (FAV). Ao todo, 15 times entraram em quadras espalhadas pela Capital e deram seu melhor para sair à frente e tentar garantir a premiação gorda de R$ 12 mil.

No Centro de Esporte e Lazer Dom Jackson (Compensa), um dos conjuntos que mais chamou a atenção foi o Castelo Branco. Com uma equipe sólida e esbanjando bom desempenho, o representante da Zona Centro-Sul fechou a partida em dois sets a zero, após marcar 25 a 15 e 25 a 20 em cima da Aparecida.

Logo na primeira etapa era possível constatar que a Castelo Branco não veio a passeio na Copa dos Bairros de Vôlei. Disparando com sete pontos à frente, a equipe conseguiu administrar bem as jogadas e abusou da dificuldade da Aparecida no bloqueio. Virando todas as bolas, o placar fechou em 25 a15 para a Castelo Branco.

No segundo set a Aparecida começou reagindo, mas a “esperança” ficou somente nos primeiros cinco minutos de jogo, quando o time da Zona Sul saiu à frente no placar. Após, o Castelo Branco voltou a reinar e com saques fortes da jogadora Clícia Moura engrenou após o décimos oitavo ponto e fechou em 25 a 20.

Para o presidente da FAF, Tadeu Picanço, a Copa dos Bairros não poderia ter iniciado melhor. “Até o dia 19 de outubro as equipes vão ter que mostrar todo seu potencial, pois ao acabar a fase classificatória os dois primeiros das quatro chaves ganharão vaga automaticamente para as quartas de final. Ou seja, se este final de semana já foi duro, imagina nos próximos quando começará a encurralar”, comentou Picanço.

Clícia, o destaque da partida

Armando as melhores jogadas da equipe, Clícia Moura foi o grande destaque da partida na tarde deste sábado (05). Defendendo o Castelo Branco, a jovem de 17 anos conta que se aposentou das quadras no ano passado, mas que decidiu retornar após uma convocação do seu bairro para a Copa.


“Desde ano passado eu deixei a quadra para me dedicar apenas ao vôlei de areia. Entretanto, não poderia negar o pedido dos meus amigos em ajudar a defender o nosso bairro. Nós estamos entrando com tudo, queremos o título, e no que depender de mim vamos arrasar”, comentou Moura, que agora se dividi entre as duas modalidades e ainda vai ter que administrar outra competição importante: O Circuito Banco do Brasil de Vôlei SUB-21.

“Eu e a minha parceira, Juliana Soares, entramos disputando pela primeira vez o Circuito BB e entre 32 duplas estamos no quinto lugar do ranking brasileiro. Nosso Estado nunca conseguiu uma dimensão desta na categoria SUB-21, e vamos lutar para chegar mais longe, pois vamos atrás de conquistar a primeira colocação do evento no dia 17 de outubro quando disputaremos à última etapa em Maringá. É difícil ter a responsabilidade de duas competições importantes, mas garanto que ambas terão o meu melhor”, afirmou a amazonense, ao comentar que a dificuldade da Aparecida em virar a bola, foi um presente para a equipe da Zona Centro-Sul.


*Com informações da assessoria de imprensa da SEMJEL


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.