Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
Série C

Na volta do público, Manaus empata em 1 a 1 contra o Ypiranga-RS

Para 12.897 pagantes na Arena da Amazônia, clube esmeraldino saiu atrás logo aos 2 minutos e empatou aos 19 da primeira etapa



WhatsApp_Image_2021-10-17_at_17.30.21_B86DED58-C204-4D0B-9BC0-8F84B5EEA5D8.jpeg Foto: Gilson Mello
17/10/2021 às 17:47

Em jogo muito disputado, o Manaus empatou com o Ypiranga-RS pelo placar de 1 a 1, na tarde deste domingo (17), na Arena da Amazônia, pela 3ª rodada do quadrangular da Série C. Desatento no início do jogo, o Gavião foi surpreendido com um gol logo aos 2 minutos do meia Sodré. Para deixar tudo igual, Gabriel Davis testou com força, sem chance para o goleiro Deivity.

Na próxima rodada, o Gavião Real irá até o Sul, para enfrentar novamente a equipe do Ypiranga-RS, no dia 24 de outubro (domingo), às 17h (horário local), pela 4ª rodada do quadrangular. O empate levou o Manaus aos 5 pontos, agora podendo ser ultrapassado por Tombense-MG ou Novorizontino-SP, que jogam nesta segunda (18).

Primeiro tempo

Na primeira finalização na direção do gol, o Ypiranga conseguiu abrir o placar. Sodré cobrou falta da entrada da área, a bola desviou no centroavante Quirino e matou o goleiro esmeraldino. Sem ter entrado no jogo, o Manaus quase tomou o segundo um minuto depois. O lateral Diego avançou pelo lado esquerdo, tocou para o meio da área, o meia Sodré dominou com a perna esquerda e chutou forte, mas a bola acabou saindo por cima do gol de Matheus.

Passado o baque, a equipe esmeraldina aos poucos foi se encontrando na partida. Aos 8, Gabriel Davis recebeu bola no lado esquerdo do ataque, cruzou para a grande área e Rafhael Lucas se antecipou ao defensor e testou forte, mas o goleiro Deivity estava atento para fazer a defesa. Quando o relógio marcava 17, nova jogada pelo lado esquerdo, mas desta vez com Ronaell cruzando, a bola chegou na grande área para Gabriel Davis que, no segundo pau, cabeceou para o gol, mas o goleiro da equipe canarinho pegou sem grandes sustos.

Estremece a Arena

Aos 19, após Guilherme Pira - que entrará no lugar de Denilson no início da partida - brigar pela bola no lado direito do ataque com dois defensores, a bola sobrou para o lateral Igor cruzar na medida e achar Gabriel Davis, que desta vez não desperdiçou e testou forte para empatar a partida na Arena da Amazônia. Melhor na partida, o Manaus passou a trocar muitos passes com o intuito de achar brechas na zaga do Canarinho. Aos 32, Igor escapou pelo lado direito, tocou para Rafhael Lucas na entrada da área, que deu um balãozinho por trás da defesa adversária com intenção de deixar Guilherme Pira de frente pro goleiro, mas a defesa do Ypiranga chegou junto do atacante, que caiu dentro da área, mas o árbitro não viu falta e mandou a jogada seguir.

Aos 39, em descida com velocidade pela esquerda, Paraíba cruzou a meia altura na grande área, a bola passou pela defesa e quase sobrou para Pira escorar para o gol. Sem incomodar desde os minutos iniciais, o time visitante voltou ao ataque aos 45. O atacante Silvano dominou a bola pelo lado esquerdo da grande área, puxou pra perna direita e experimentou o chute, Matheus estava atento e encaixou com segurança.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto, Rafhael Lucas recebeu na entrada da grande área, tocou para no lado esquerdo para a corrida de Ronaell, que chegou cruzado rasteiro em bola que passou pelo goleiro Deivity e quase chegou para Guilherme Pira completar pro gol vazio. Aos 7, Mikael experimentou de fora da área, a bola passou perto do gol de Matheus e foi pela linha de fundo.

Com 11 minutos, em nova trama que terminou em finalização de fora da área, o lateral Muriel tabelou pelo centro, tentou de perna esquerda, mas a bola saiu por cima do gol.

Aos 16, de novo eles. Após rápido contra-ataque, Quirino avançou pelo lado esquerdo, puxou pra perna direita e chutou, a bola foi torta, na lateral-direita de Matheus e morreu na linha de fundo.

Quase o segundo

Com a torcida pedindo pela entrada de Vitinho, o técnico Evaristo Piza atendeu aos apelos e colocou o atacante em campo. Pois no primeiro lance, aos 30, o baixinho da camisa 11 acertou uma cabeçada, que quase encobriu o goleiro Deivity, que precisou se esticar todo para fazer a defesa.

Muita cera

Com a aproximação do final de jogo, os jogadores do Ypiranga passaram a se atirar em campo pedindo por atendimento. A torcida presente no estádio e os jogadores do Manaus se revoltaram com o árbitro da partida, que primeiramente deu sete minutos de acréscimo e depois adicionou mais um. Mesmo assim, o time da casa não conseguiu furar o bloqueio gaúcho e acabou perdendo a chance de fazer mais dois atuando em casa.

Ficha Técnica

Manaus 1 x 1 Ypiranga (3ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série C, quadrangular)
Local: Arena da Amazônia
Data: 17 de outubro de 2021, domingo
Horário: 15h
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Público pagante: 12.897
Renda: R$ 644.850,00
Gols: Sodré (2', 1°T) - (YFC); Gabriel Davis (19', 1°T) - (MFC)

Manaus: Matheus; Igor, Luis Fernando, Marcelo Augusto e Ronaell; Gilson Alves, Júlio Rusch, Gabriel Davis (Vitinho) e Anderson Paraíba (Daniel Costa); Denilson (Guilherme Pira) e Rafhael Lucas (Diego Rosa). Técnico: Evaristo Piza

Ypiranga: Deivity; Muriel, Douglas, Kanu e Diego (Jonathan); Mikael (Robson), Clayton e Sodré; Silvano (Léo Santos), Dico (Luiz Felipe) e Quirino. Técnico: Júnior Rocha



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.