Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020
ELIMINADO

Naça é goleado pelo Red Bull Brasil e 'bate asas' da Copa São Paulo

A partida foi válida pela última rodada do Grupo 6. Vitinho duas vezes, Brown e Fonseca foram os autores dos gols da vitória e classificação do RB Brasil a segunda fase da Copinha



WhatsApp_Image_2020-01-09_at_17.55.10_37158C6D-FF4F-455C-ABE6-19C6B5B50756.jpeg
09/01/2020 às 18:15

O Nacional até tentou, mas o Leão da Vila Municipal foi liquidado pelo Red Bull Brasil, e “bateu asas”  da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Toro Loko aplicou goleada de 4 a 1 em cima dos representantes do Amazonas no maior torneio de base do país,na tarde desta quinta(9), no estádio Benito Agnelo Castellano, em Rio Claro-SP.

A partida foi válida pela última rodada do Grupo 6. Vitinho duas vezes, Brown e Fonseca foram os autores dos gols da vitória e classificação do RB Brasil a segunda fase da Copinha. Com o resultado, o ‘Naça’ terminou a participação no torneio nacional na última posição da chave, com 3 pontos em três jogos. Em situação oposta, o time de Bragança Paulista pode terminar a primeira fase na ponta da tabela, com seis pontos, mas ainda aguarda a definição do grupo, no embate entre Paraná e Velo Clube-SP nesta noite(9).



Zica histórica

Com a derrota dos meninos do Nacional, o Amazonas chega ao total de nove derrotas na Copa São Paulo desde 2016, somando todas as participações de equipes do estado no torneio. Outro dado por coincidência, é que a melhor campanha de uma equipe amazonense foi do próprio Nacional na edição de 2008, onde o time foi até as oitavas de finais, sendo eliminado pelo Fluminense. Desde então, um time do estado jamais avançou na competição.

Leão esmagado pelo Toro Loko

Aos 6 minutos o Toro Loko chegou perto de abrir o placar, após jogada individual de Moreira pelo lado esquerdo, limpou a marcação cruzou, pra Júlio César que passou batido na bola e viu ir a linha de fundo.

Tomando conta da partida, aos 9 minutos, o RB Brasil teve mais uma grande tentativa de abrir o placar. Vitinho recebeu passe após triangulação na entrada da grande área, e bateu no canto esquerdo, mas o goleiro Victor salvou o Nacional esticando a perna.

Aos 12 minutos, o Naça arriscou o tiro pra meta do Toro Loko, com chutaço de Denilso, que passou perto do gol.

Após tanto martelar a defesa do Leão, aos 35 minutos Brown abriu o placar. Depois de receber lindo passe de Júlio César, o camisa 17 do RB Brasil finalizou no canto esquerdo da meta azulina.

Aparentemente melhor no início da segunda etapa, aos 2 minutos, o Nacional teve a primeira chance real a 1 minuto. Max Nóbrega invadiu a grande área, limpou o zagueiro, mas bateu pra fora.  No minuto seguinte, Max Nóbrega mais uma vez apareceu, sofreu pênalti e na cobrança o capitão do Naça, João Bruno, balançou as redes e empatou o embate em Rio Claro.

E como um balde de água fria na reação, aos 9 minutos, Vitinho aproveitou cruzamento rasteiro de Moreira pela esquerda, e na pequena área, o camisa 9 do RB Brasil desviou a rede pro fundo da meta azulina e colou o Toro Loko à frente mais uma vez.

Aos 13 minutos o RB Brasil chegou ao terceiro gol. Brown fez bela jogada individual, se livrou da marcação e lançou Vitinho, que sozinho carimbou o gol do Nacional. Com ainda mais facilidade, o Toro Loko, aos 19 minutos fez o quarto gol. Moreira avançou na esquerda, cruzou e Fonseca chegou de primeira pra estufar as redes do Nacional.

 

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.