Publicidade
Esportes
Leão invicto

Naça sai atrás, consegue a virada, mas deixa escapar vitória na Copa Verde

Leão da Vila fica no 3 a 3 com o Santos-AP, na partida de estreia da Copa Verde; Wanderley foi o destaque ao sair do banco e marcar dois gols 10/03/2016 às 12:38
Show menos
Nacional cedeu o empate aos 46 minutos do segundo no estádio Zerão, em Macapá.
Divulgação/Nacional Manaus (AM)

A estreia do Nacional na Copa Verde não foi das melhores para o Leão da Vila. Na noite de ontem, o Naça ficou no empate em 3 a 3 contra o Santos-AP, depois de sair perdendo, virar o jogo e nos minutos finais sofrer o gol de empate, no estádio Zerão, em Macapá.

Os gols do Naça foram marcados por Álvaro e Wanderley que saiu do banco para marcar dois gols. Maicon Gaúcho, A.Costa e Renatinho ajudaram o Peixe da Amazônia a conquistar o empate. No jogo da volta, marcado para o dia 16 deste mês, no estádio da Colina, uma vitória simples e um empate até por 2 a 2, dá a classificação para o Naça.

“Não foi uma noite boa pra gente. Tomamos três gols com erros nossos”, lamentou o meia Osmar.

O mesmo pensamento teve o atacante Wanderley. O jogador que voltou a disputar uma partida oficial, depois da lesão no joelho que o deixou fora dos campos desde abril do ano passado, foi o destaque do Leão ao sair do banco e balançar a rede do adversário por duas vezes.

“A gente tomou um gol nos acréscimos. Foi um empate com sabor de derrota, mas a gente fez o mais difícil que foi virar”, lamentou o artilheiro da noite, já pensando no próximo jogo. “Temos o segundo jogo e o campo vai ajudar. A gente teve dificuldades com o gramado daqui. É alto e com buracos. Agora é fazer um grande jogo na volta”, declarou o atacante no final da partida.

Gol no início

O Nacional foi logo surpreendido pelo Santos. No primeiro minuto de jogo, o Leão sofreu o primeiro gol. Maicon Gaúcho mandou de cabeça no canto esquerdo de Roberto, depois de escanteio de Batata. 1 a 0.

O Nacional demorou a se encontrar no jogo. E só depois dos 30 minutos passou a atacar com perigo. Aos 37, Álvaro aproveitou um chute de Charles que resvalou na zaga para chutar forte pro gol. 1 a 1.

Oito minutos depois o Peixe marcou. A.Costa desmarcado dentro da área aproveitou a sobra e mandou pro gol. 2 a 1.

Ele voltou!

Na segunda etapa, o Santos tentou ir pra cima, mas o Nacional passou a dominar a partida com a entrada de Wanderley e Hugo.

Sentindo o cansaço, o Santos diminuiu o ritmo. Já o Nacional aproveitou o momento para crescer na partida. Aos 31, foi o a vez de Wanderlei na partida.

O atacante pediu para cobrar a falta e com maestria colocou no canto superior direito do goleiro. 2 a 2 e muita comemoração dos jogadores  com o atacante que mostrou total poder de superação, após quase um ano se recuperando de uma esão no ligamento do joelho esquerdo.

O gol da vitória momentânea não demorou para sair. Aos 34, o iluminado Wanderley dominou bonito na área e de voleio mandou marcou o terceiro do Naça.

Ainda que cansados, o Santos não sentiu o gol e aos 46, Renatinho soube se livrar da atrapalhada zaga do Nacional para chutar forte de fora da área e empatar a partida. 3 a 3.   

Publicidade
Publicidade