Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
TRIUNFO

Nacional bate o Sul América e conquista a primeira vitória no Barezão

Com gols de Romarinho e Paulinho, o Leão da Vila Municipal se recuperou do revés na estreia do torneio, enquanto o Sulão segue sem vencer



WhatsApp_Image_2019-02-10_at_16.27.50_66DA6629-F209-45D3-809D-B7C06EA80524.jpeg (Foto: Jair Araújo)
10/02/2019 às 17:58

Em partida sem muitas emoções, o Nacional venceu o Sul América pelo placar de 2 a 0, na tarde deste domingo (10), no estádio Carlos Zamith, na Zona Leste da capital, e somou os primeiros três pontos no Barezão 2019. Com gols de Romarinho e Paulinho, o Leão da Vila Municipal se recuperou do revés na estreia do torneio diante do Penarol.

Na próxima rodada, o Naça encara o Manaus FC, no sabado (16), no estádio da Colina.  Já o Sul América visita o Princesa do Solimões, no domingo (17), no estádio Gilberto Mestrinho, o  Gilbertão , em Manacapuru. 

A partida 

Aos 8 minutos, Deurick sai jogando errado e o Sul América ligou o contra ataque.  Magno lançou Napão, que chutou duas vezes, mas foi  bloqueado pelo zagueiro Jordan. No lance seguinte, o Nacional se lançou ao ataque com Leo Mineiro, que obrigou Darlan a fazer grande defesa.  Na sequência, Val fuzilou para outra intervenção do goleiro do Sulão.  O lance seguiu e Romarinho marcou, mas a arbitragem assinalou impedimento do atacante nacionalino.

O jogo seguia equilibrado no meio de campo, até que, aos 21 minutos, Romarinho recebeu livre na cabeça da grande área do Sulão e arriscou. A bola passou por baixo do goleiro Darlan, que aceitou. Nacional 1 a 0 em cima do Trem da Colina.  

A partida estava mais ao feitio do Leão da Vila, mas, aos 35minutos, foi o Sul América que chegou ao ataque. Erick e Ciro tramaram pela esquerda e o lateral do Sulão cruzou na pequena área para Magno perder gol feito. Menos mal para ele que a arbitragem já havia apontado impedimento do camisa 10 do Trem da Colina. 

O Sulão se manteve em cima do Naça e quase empatou o jogo.  Napão recebeu na grande área, fez o pivô e deixou mais uma vez Magno livre pra marcar, mas o camisa 10 voltou a chutar pra fora. Logo em seguida foi a vez do Nacional perder chance clara de gol. Romarinho roubou a bola e partiu cara a cara com o goleiro Darlan.  O autor do gol nacionalino tentou driblar o arqueiro do Sulão, mas demorou demais e a marcação cortou o lance.

Antes do apito do intervalo, Magno teve mais uma chance de igualar o marcador, mas pela terceira vez o camisa 10 chutou longe da meta nacionalino. 

Outro jogo

O segundo tempo recomeçou com o mesmo cenário: o Sulão em cima do Naça.  Aos 3 minutos, Renan arriscou de longe e a bola desviou no meio do caminho, assustando o goleiro André Regly. 

O jogo seguiu amarrado e só aos 14 minutos a partida voltou a ter emoção.  Fernando arriscou de fora da área para defesa em dois tempos de Darlan. Ray, por pouco, não pegou o rebote e aumentou para o Naça. 

Aos 19 minutos, enfim uma boa trama do ataque do Leão da Vila.  Jonas fez passe na medida para Paulinho soltar a bomba e fazer 2 a 0 pro Nacional. Aos 33 minutos, Guilherme cobrou falta pela direita, Deurick mergulhou na pequena área e por muito pouco não fez o gol que mataria o jogo.

Aos 47 minutos, Romarinho ainda teve a chance de deixar o atacante Ray na cara do gol, mas o camisa 11 do Naça cruzou mal, mas mãos de Darlan.

Fim de jogo e o Nacional deixou o Zamithão com a primeira vitoria no Barezão. Já o Sulão segue sem vencer na competição.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.