Publicidade
Esportes
Respiro nas contas

Nacional Borbense vai dividir renda entre os jogadores ao fim do Barezão

A medida foi possível depois de um acordo com a prefeitura de Borba 30/08/2016 às 21:24 - Atualizado em 16/09/2016 às 20:12
Show show r
Robson Sá explicou que os jogadores não vão receber somente um salário mínimo.
Valter Cardoso Manaus-AM

Depois de iniciar o ano em uma situação econômica delicada, o Nacional Borbense dá sinais de melhora. Após anunciar três reforços para a disputa do Campeonato Amazonense, o treinador do Cameleão, Robson Sá, explicou que os atletas não devem receber somente o salário mínimo, medida que havia sido adotada no início do ano.

“Teve um novo acerto com o prefeito (de Borba) que até o término do campeonato será dividido em partes iguais toda a renda arrecadada e todos toparam”, explicou o técnico.

Vale lembrar que a questão financeira pesou, inclusive, na montagem do elenco para esta temporada. Sem poder investir muito, o time apostou na base em jogadores da região para a diputa do Campeonato Estadual.

O Borbense atualmente ocupa a lanterna do Barezão após sofrer duas derrotas em dois jogos. O Camaleão volta a campo pela terceira rodada do Campeonato Amazonense  no dia 8 de setembro, quando enfrenta o Rio Negro, em Manaus.

Publicidade
Publicidade