Publicidade
Esportes
Barezão

Nacional e Manaus se enfrentam no jogo das 11h querendo se consolidar no campeonato

Nacional e Manaus vivem situações diferentes, mas os dois têm algo em comum:querem estar no G-4. Um para manter a liderança, o outro quer chegar lá 01/10/2016 às 05:00 - Atualizado em 01/10/2016 às 08:33
Show cr030104 p01
Charles e companhia terão pela frente o Manaus e o desafiador horário das 11h (Foto: Evandro Seixas)
Camila Leonel Manaus (AM)

O Nacional, líder do Campeonato Amazonense joga  neste sábado (1°) no horário das 11h da manhã contra o Manaus, no estádio Roberto Simonsen, o Sesi, Zona Leste de Manaus.

Para as duas equipes, a partida representa chances em relação ao G4. Com o Fast de folga, o Naça tem a chance de se distanciar do rival, que hoje tem os mesmos 19 pontos. O Manaus quer vencer para não se distanciar do São Raimundo, quarto colocado no Barezão. Hoje as duas equipes estão separadas por dois pontos e isso é um motivo de preocupação para o treinador Igor Cearense.

“Há a preocupação sim. A realidade do futebol é essa. Acredito que as três primeiras vagas estão definidas e a quarta será decidida entre nós, São Raimundo e Rio Negro, que apesar de estar um pouco atrás tem chance de pontuar. Isso vem nos preocupando. Sabemos da nossa responsabilidade e vamos jogar para tirar pontos dos líderes”, explicou.

Já o treinador Álvaro Migueis, além da tabela, se preocupa com os seus jogadores e o provável calor típico da cidade de Manaus, no horário da partida. “É um pouco difícil, nós jogamos quarta feira e tem que jogar no sábado, mas está no regulamento e, realmente, os jogos de 11h desgastam bastante”, disse o treinador que acredita que não haverá favoritos para a partida.

“Nós sabemos que é uma equipe se posta muito bem, que vem lutando pra chegar no G4 e, consequentemente na semifinal. É um adversário que sabe jogar e como vimos aqui, é um time bom e não deverá ser um jogo fácil. É um jogo sem favorito”, completou o treinador.

E aproveitando que não há favoritos quando começa a partida, o Manaus vem trabalhando as suas deficiências para voltar a vencer.  “A equipe está treinando bastante, como não há muito tempo, treinamos bastante bola parada e a parte tática para cada vez mais conseguir vencer. A equipe vem de uma derrota, mas viemos jogando bem, falta acertar o último passe e a gente vem treinando isso”, explicou o comandante do Manaus.

 

Publicidade
Publicidade