Publicidade
Esportes
Craque

Nacional está preparado e quer surpreender

Técnico Léo Goiano arma time para marcar o Vasco sobre pressão visando quebrar tabu 20/08/2013 às 12:11
Show 1
Treino decisivo do Naça foi nesta segunda (19) no CT Barbosa Filho
AUGUSTO COSTA Manaus

O Nacional treinou bem com a volta do “maestro” Danilo Rios no meio-de-campo e está pronto para surpreender o Vasco, logo mais às 20h50 (hora Manaus) pela quarta fase da Copa do Brasil no estádio Roberto Simonsen (Sesi). O técnico Léo Goiano quer o time nacionalino marcando sob pressão na saída de bola do adversário e com muita velocidade dos atacantes Felipe e Leonardo, para conquistar um resultado positivo e quebrar o tabu do Naça nunca ter vencido os vascaínos e continuar a fazer história no ano do centenário.

Destaque do Nacional, nas partidas contra o Coritiba e Ponte Preta, pela Copa do Brasil, o meia Danilo Rios está com “fome de bola” e promete uma grande atuação contra o Vasco da Gama para prestigiar os torcedores nacionalinos.

“É uma partida que todo jogador gosta de participar contra uma grande equipe do futebol brasileiro. O grupo inteiro está muito motivado e vamos tentar mais uma vez surpreender. O Vasco é um clube grande de muita tradição e muito forte; eles vão tentar vir pra cima do Nacional, mas estamos bem preparados para fazer um grande jogo”, afirmou Rios.

Questionado sobre se o Vasco estaria subestimando o Naça por poupar o craque do time, Juninho Pernambucano, a exemplo do Coritiba que quando enfrentou o Nacional não trouxe sua maior estrela, o meia-atacante Alex, e foi goleado em Manaus por 4 a 1, Danilo Rios foi enfático.

“Não sei se estão nos subestimando, mas o Juninho não vai jogar. Mas eles têm outros jogadores que temos que ter cuidado porque eles não dependem somente de um jogador. Não é a primeira vez que enfrento o Vasco: já ganhei deles quando jogava no Grêmio no Brasileiro de 2007”, lembrou Danilo Rios.

Dinamite no banco
No final do treino desta segunda (19), o técnico Léo Goiano, estava satisfeito com a atuação do time que enfrenta o Vasco. Ele afirmou que Roberto Dinamite e o atacante Garanha estão relacionados para o banco de reservas como opções durante a partida.

“Mudamos alguns aspectos em termos de organização onde vamos marcar o Vasco e situações para mantermos a posse de bola. O Vasco é uma equipe poderosa com grandes atletas, então, temos que jogar com inteligência e equilíbrio. O ambiente é bom e esperamos fazer um grande jogo e um excelente resultado. O Vasco perdeu para o Grêmio e como time grande tem que vencer o tempo todo e precisamos tirar proveito disso”, disse o estrategista Léo Goiano.

Torcida pede por Dinamite
Empunhando cartazes com os dizeres: “volta Dinamite”, um pequeno grupo torcedores foi ontem ao CT Barbosa Filho, para pedir a volta do volante amazonense Roberto Dinamite ao time titular do Naça. O empresário Adriano Brito se declarou ser fã do futebol de Dinamite e que achou injusta a saída do jogador do time principal.

“Por mim ele estaria jogando. O Nacional está onde chegou nas oitavas-de-final da Copa do Brasil por que ele também ajudou. Além disso é o único amazonense que estava no time titular e jogou 20 partidas nessa temporada com muitas vitórias. Tivemos essa idéia de fazer essa campanha ‘Volta Dinamite’, somos mais de 30 torcedores que queremos ele (Dinamite) e o Danilo Rios de volta ao time principal”, cobrou o empresário.

Outro torcedor que também quer a volta do volante amazonense é Edinelson Sintra. “Ele é o meu ídolo. Vinha jogando muito bem no Nacional. Ele tem que jogar contra o Vasco. A campanha vai continuar em favor do Roberto Dinamite. Queremos um amazonense enfrentando os cariocas”, cobrou o torcedor.

Já o pizzaiolo Marcelo Júnior, disse que mais de 35 torcedores vão protestar no estádio do Sesi, para que Dinamite volte ao time titular. “Mais de 35 torcedores que querem à volta do Dinamite vão estar no campo do Sesi na partida contra o Vasco. O Roberto Dinamite é amazonense e nosso orgulho fazendo boas partidas contra grandes clubes brasileiros”, avaliou o torcedor.

Garanha motivado

Apontado pelos torcedores como símbolo da raça nacionalina, o experiente atacante Garanha, que já enfrentou o Vasco pelo Brasileirão de 1996, está motivado para enfrentar os cariocas mais uma vez. Relacionado entre os jogadores que vão ficar no banco de reservas, ele disse que sabe o caminho para vencer o cruzmaltino.

“A motivação é a maior possível em jogar contra o Vasco numa quarta fase da Copa do Brasil. Temos que entrar determinados para não levar gols e vencer com vantagem. Já até comentei com minha esposa que, se eu jogar e fizer um gol contra o Vasco, vai ser a maior loucura e devo fazer uma coreografia na comemoração. Joguei contra o Vasco em 1996 e pensei que nunca mais jogaria contra eles novamente. Essa partida é um presente de Deus”, avaliou Garanha.

Já o volante Roberto Dinamite disse que a expectativa é a melhor possível, lembrando que o Naça vem de duas vitórias consecutivas na Série D do Campeonato Brasileiro e vai com tudo pra cima do Vasco.

“O time está embalado pelos bons resultados na Copa do Brasil. Independente do meu pai ter feito uma homenagem ao maior ídolo da história do Vasco, o Roberto Dinamite, estou focado nessa partida e pronto para da o melhor em busca dessa vitória”, promete o talentoso Dinamite amazonense.

O zagueiro Morisco confirmou que a marcação sobre os atacantes vascaínos será fundamental para o Leão da Vila Municipal conquistar um resultado positivo. “É o jogo do ano e o Nacional quer provar que também é uma grande equipe. Sabemos que eles têm jogadores de qualidade, mas vamos jogar para ser bem vistos em todo o Brasil e chegarmos a um grande clube como eles estão”, afirmou Morisco.

Publicidade
Publicidade