Publicidade
Esportes
Agora vai?

Nacional faz primeiro jogo da Série D em casa tentando despontar na competição

Nacional pensa em pontuar o máximo possível em casa para encaminhar classificação à próxima fase. 18/06/2016 às 14:31
Show radar   nacional
Evitar tropeços em casa é uma das estratégias do time para encaminhar a classificação (Foto: Antônio Lima)
Valter Cardoso Manaus-AM

Protagonista de inúmeras decepções à sua torcida na busca pela volta aos grandes cenários do futebol brasileiro, o Nacional faz neste sábado (18) a sua primeira partida  na Série D diante de seus torcedores.

O jogo contra o líder do Grupo A1, Atlético Acreano, às 16h, na Arena da Amazônia, já teria um uma importância considerável para ‘medir’ o tamanho da confiança que o time tem diante da torcida azulina. No entanto, as eliminações precoces em competições disputadas neste ano e a derrota na estreia diante do Genus-RO tornaram a partida de hoje ainda mais significativa.

“Acho que a gente tá vivendo uma cobrança de fracassos passados. Uma cobrança anterior de times que fracassaram, como nós também fracassamos. A cobrança vem porque ficaram muitos do grupo passado. Na Copa Verde e na Copa do Brasil não passamos (de fase). Mas nós também trazemos um peso muito grande de outros times que jogaram, não se classificaram, não tiveram o acesso e nós estamos pagando. A torcida se afastou do estádio”, desabafou Roberto Dias, que atualmente carrega a faixa de capitão do Leão da Vila.


Diante de um jogo tão representativo, a vitória pode resgatar a relação de amor entre torcida e equipe, mas também pode instalar -  mesmo apenas na segunda rodada da Série D -  uma crise precoce. Com isso, a idéia do time é simples: nem pensar em perder.

“Isso pesa sim, um resultado negativo. Nós não estamos nem cogitando essa ideia. Nosso foco principal é pontuar dentro de casa e buscar ponto fora, para nos classificarmos. Então essa ideia de não pontuar dentro de casa, não passa pela nossa cabeça”, explicou o zagueiro.

Depois da partida deste sábado, diante do Galo Carijó (apelido do Atlético-AC), o Nacional enfrenta outro desafio em solo amazonense. Pela terceira rodada, o Naça enfrenta o Trem, do Amapá, também na Arena da Amazônia. A ideia do time é conquistar duas vitórias e encaminhar bem a classificação dentro do grupo, antes de voltar a disputar jogos longe de seus domínios.

Escalação
O Nacional deve repetir praticamente o mesmo time que entrou em campo contra o  Genus, na primeira rodada. A única  mudança deve ser na lateral direita com a saída de Osvaldir para a entrada de Nego

Publicidade
Publicidade