Publicidade
Esportes
Isca pra leão

Nacional goleia Santos-AP e enfrenta 'algoz paraense' na sequência da Copa Verde

Ainda em fase de entrosamento, Leão da Vila Municipal venceu o Peixe, no estádio da Colina, e agora enfrenta do Remo na próxima fase do torneio interestadual 17/03/2016 às 10:54
Show spo es7aaa
Atacantes do Nacional mostraram serviço na vitória contra o Santos-AP
Evandro Seixas Manaus (AM)

Ainda em busca de se acertar em campo, o Nacional venceu o Santos-AP por 4 a 2, na noite de ontem, no estádio da Colina, e avançou para a segunda fase da Copa Verde. Com gols de Rodrigo Dantas e Wanderley, Osvaldir e Tressor Moreno, o Leão se classificou para enfrentar o Remo, que eliminou o Náutico-RR.  Os gols do Peixe da Amazônia foram marcados por Dedé e Fabinho.  Na primeira partida no Amapá as equipes empataram em 3 a 3.

Ao contrário do jogo passado, quando a equipe amazonense entrou apagada em campo e tomou um gol no primeiro minuto, os jogadores do Nacional partiram  para o ataque. Sem dar espaço, o Leão quase marcou aos 11 minutos no escanteio cobrado por Osvaldir que Rodrigo Dantas mandou por cima do gol. Mas o no lance seguinte, em um novo escanteio, Rodrigo Dantas mandou para o fundo do gol. 1 a 0.

Com mais posse de bola, o Nacional voltou a marcar. Depois do escanteio de Osvaldir Wanderley se livrou da zaga e mandou de cabeça para o gol. 2 a 0.

O Santos ainda buscou a reação com Willian Fazendinha, que avançou na grande área e chutou rasteiro raspando a trave do goleiro Roberto. Dois minutos depois foi a vez da Raí chutar forte por cima do gol.

Na segunda etapa, o foi a vez do Santos sair atacando. No primeiro minuto, Acosta sobrou falta por cima do gol. O Peixe voltou a atacar com Batata, aos 13, em um chute que raspou a trave esquerda do Leão. Aos 19, Dedé aproveitou o rebote de Roberto e estufou a rede. 2 a 1.

Com o gol e as mexidas do técnico Heriberto da Cunha, o Nacional passou a dominar a partida. Aos 28, depois de uma bola bem trabalhada de Tressor Moreno, Alvaro e Charles, Osvaldir recebeu na entrada da grande área e rasteiro marcou o terceiro. Aos 35, Hugo lançou o colombiano Tressor Moreno que dominou, mandou em cima do goleiro Rafael que não conseguiu segurar a bola. 4 a 1.

O Santos ainda descontou com Fabinho cobrando pênalti.  4 a 2.

Publicidade
Publicidade