Domingo, 16 de Maio de 2021
De Virada

Nacional leva virada do JC e enfrenta Clipper nas quartas

Com o quarto lugar definido após derrota por 2 a 1, Leão da Vila enfrenta Águia Dourada na fase de mata-mata



WhatsApp_Image_2021-04-14_at_18.14.15_A07FC214-7851-4786-995D-43E07C368604.jpeg Foto: Iago Albuquerque
14/04/2021 às 18:24

Finalizando a última rodada da primeira fase do Barezão 2021, o JC derrotou o Nacional por 2 a 1, na tarde desta quarta-feira (14), no estádio Carlos Zamith. Roberto abriu o marcador para o Leão da Vila Municipal, mas Vinicius e Jefferson proporcionaram a virada para o Tigre da Velha Serpa. 

Com o resultado, um confronto de quartas de final já está definido. A equipe azulina - que se firmou na quarta colocação - encara o Clipper, quinto. Por ter melhor campanha em relação a Águia, o Nacional  joga tem a vantagem de atuar pela soma de resultados iguais.



O Naça já começou no ataque. Logo nos primeiros minutos teve uma série de escanteios que quase resultou em gol, com a zaga desviando errado, mas o goleiro Ferrari atento fez a defesa. Aos 13, saindo na velocidade Leozinho achou o estreante Renatinho que de longe arriscou, mas a bola passou por cima do gol. 

O Leão tentava se encaixar na partida e o gol parecia ficar mais maduro. Aos 25, Roberto cobrou falta e Lucas Gadelha tentou de cabeça, mas Ferrari defendeu. Já aos 34, Renatinho fez belo lançamento para Vitinho na esquerda cruzar na medida para Roberto abrir o placar de cabeça. 

O JC, por sua vez, quase não levou perigo ao adversário. Nas vezes em que tentou chegar, a zaga nacionalina conseguia interceptar bem e o goleiro Adrian quase não precisou ser acionado. Mas aos 44, Jeferson cobrou escanteio, a bola desviou na zaga e sobrou para Vinícius empatar para o Tigre. 

A equipe azulina também voltou com tudo para segunda etapa e logo nos primeiros cinco minutos teve duas chances claras para ampliar. Aos 2, Leozinho recebeu, carregou e arriscou de fora da área mas a bola parou no travessão. Aos 5, Marcelo sozinho pela direita cruzou para Renatinho mandar um balaço, mas pelo lado do gol. 

O JC não deixou por isso e, no minuto seguinte, chegou a balançar as redes, mas pelo lado de fora com Zidane. A partida seguiu truncada, com os dois times tentando criar jogadas, mas sendo parados pelo adversário e até mesmo falhando nos passes. 

E foi somente aos 40, que a virada aconteceu. Jefferson tocou na frente para Balotelli invadir a área na velocidade e voltar para o camisa 10 marcar o segundo do time da Velha Serpa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.