Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Vitória do Nacional

Nacional massacra Coritiba em jogo pela Copa do Brasil

Em noite histórica, Nacional dá show em campo e nas arquibancadas e garante excelente vantagem para o jogo de volta, no Paraná



1.png Danilo Rios comandou a goleada, marcando dois gols
16/05/2013 às 08:30

O Nacional não quis saber do favoritismo do Coritiba, tetracampeão paranaense e duas vezes vice-campeão da Copa do Brasil, em 2011 e 2012, e fez história nessa quarta-feira915), no estádio Roberto Simonsen, no campo do Sesi, ao “fritar” o Coxa por 4 a 1, a primeira goleada amazonense sobre uma equipe da Série A na Copa do Brasil. Após 38 anos sem vencer os paranaenses, o Naça ficou bem perto de conquistar a classificação para a terceira fase da competição e pode até perder por dois gols de diferença no jogo de volta, no Couto Pereira, em Curitiba, dia 23, que garante a vaga para a próxima fase. Como o Paysandu foi eliminado ontem pelo Naviraiense-MS, o Nacional é o único representante da região Norte vivo na Copa.

O meia Danilo Rios foi um dos destaques do Leão da Vila, marcando dois gols e participando da maioria das jogadas ofensivas do time nacionalino. Bigú e Amaral também marcaram para o Naça, completando a goleada.

O jogo


Com muita velocidade, o Nacional começou a partida pressionando o Coritiba que jogava em contra-ataques. Aos sete minutos, Amaral lançou Leonardo, que cruzou na área para Danilo Rios fazer 1 a 0 Naça. O gol acordou o Coritiba, que passou a explorar a velocidade do lateral-esquerdo Patric.

Aos 24 minutos, o atacante Geraldo, que tinha acabado de entrar no lugar de Rafinha, que saiu machucado, chutou cruzado dentro da área, empatando a partida. Mas o Naça respondeu de imediato. Após cruzamento de Amaral, Bigú apareceu livre para chutar fazendo 2 a 1 para o Leão da Vila Municipal.

A pressão era do time nacionalino. O Coxa ainda perdeu pelo menos três oportunidades de gols com Deivid, Rafinha e Lincoln, que não contavam com uma noite inspirada do goleiro  Jairo.

No fim do primeiro tempo, Leonardo entrou livre na área e, quando ia marcar, foi derrubado pelo zagueiro Chico. O árbitro deu pênalti, expulsando o jogador. Danilo Rios cobrou com categoria, fazendo 3 a 1, placar do primeiro tempo.

Na segunda etapa, com um homem a mais, o Nacional passou a tocar a bola com velocidade, em busca de ampliar a vantagem, e o Coritiba saia em contra-ataques tentando diminuir o placar. A partir daí, as duas equipes se revezavam no ataque, perdendo várias oportunidade de gols. Depois de tanto insistir, o Naça voltou a marcar com Amaral, definindo a goleada por 4 a 1, com direito a gritos de “olé” da torcida nacionalina.

Danilo Rios, que nunca havia marcado gols em Copa do Brasil, estava feliz. “Fizemos uma grande partida e merecemos a vitória. Demos um passo importante para a classificação em Curitiba”, avaliou Rios.

Pelo lado do Coritiba tudo era tristeza. O atacante Deivid lamentou a derrota, mas acredita que a equipe pode reverter o placar em Curitiba. “Temos que fazer três gols e vamos em busca do resultado. Somos time grande”, avisou. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.