Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
Craque

Nacional massacra Iranduba, por 6 a 1, e alcança a 12ª vitória seguida no Amazonense

Leão não teve dificuldades para golear a equipe comandada pelo técnico Sérgio Duarte e continua na liderança, mais que isolada, com 11 pontos de diferença para o segundo colocado



1.jpg Nacional goleou o Iranduba por 6 a 1 com dois gols de Charles (2), Felipe Manoel (2) e Leonardo (2)
30/04/2015 às 23:26

A “Máquinaça” fez sua 12ª vítima no Campeonato Amazonense, na noite desta quinta-feira (30), no estádio Carlos Zamith, pelo fechamento da décima segunda rodada e de quebra conseguiu aplicar a sua maior goleada da competição ao atropelar o Iranduba por 6 a 1.

O Naça superou a própria marca ultrapassando os 4 a 0 contra o mesmo Iranduba e o Operário, no primeiro e no segundo turno, respectivamente.

Os gols da vitória foram marcados por Charles (2), Leonardo (2) e o volante Felipe Manoel (2). O Iranduba descontou com o gol de Kelve, em cobrança de pênalti.

O resultado, sem nenhuma novidade, deixou o Nacional ainda mais na ponta da tabela de classificação com 36 pontos, onze a mais que o segundo colocado, Fast Clube com 25 pontos. O Iranduba segue na sétima colocação com 12 pontos.

Massacre no Zamith
O Nacional mostrou amplo domínio no jogo. Com um meio de campo envolvente, foi fácil chegar à defesa do Iranduba. O lateral Peter foi o primeiro a mostrar o poderio de ataque do Naça, aos 3 minutos, ao cruzar rasteiro para Hyantony, dentro da área, ser desarmado pelo zagueiro. O gol do Naça não demorou a sair. Aos 18, Peter roubou a bola no meio de campo e chutou forte da intermediária, a bola bateu no travessão e no rebote Charles mandou pro gol. 1 a 0.

Mais intenso na partida, o lateral Peter mais uma vez foi o garçom para o gol do Nacional aos 22 minutos. Na bola cruzada para a área, a zaga rebateu e no rebote, mais uma vez, Charles chutou forte estufando as redes. 2 a 0. Aos 33, o Iranduba diminuiu de pênalti, com Kelve. 2 a 1.

No segundo tempo, o técnico Aderbal Lana tirou Fumaça e Hyatony , e colocou Felipe Manoel e Leonardo. O “dedo” de Lana deu certo e Felipe Manoel, logo aos 2 minutos, estufou as redes com um chute, após rebote da zaga, oriunda de um chute de Bruno Potiguar. 3 a 1.

Aos 22, foi a vez de Leonardo. Após, lançamento de Railson pela direita, Leonardo tocou na saída do goleiro. 4 a 1.

O mesmo Leonardo, aos 27, de calcanhar, serviu Felipe Manoel que chutou forte no canto direito. 5 a 1.

Aos 36, Charles chutou forte, o goleiro Alex não conseguiu encaixar e Leonardo mandou pro gol, fechando o “massacre do Leão”. 6 a 1.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.