Publicidade
Esportes
Craque

Nacional passa sufoco, mas avança na Copa Verde e vai encarar o Paysandu

Leão da Vila Municipal empatou em 1 a 1 com o Vilhena-RO e, como venceu no jogo de ida em Rondônia, segue vivo na competição. Debaixo de muita chuva o Naça segurou o empate mesmo sofrendo pressão no final da partida 22/02/2015 às 21:54
Show 1
Nacional segura empate contra o Vilhena-RO, na Arena chuvosa, e agora vai pegar o Paysandu na Copa Verde.
Denir Simplício Manaus (AM)

Sinal verde para o Nacional. Equipe do Leão da Vila Municipal conseguiu a classificação para as oitavas e final da Copa Verde após empatar em 1 a 1 com o Vilhena-RO, na tarde deste domingo (22), na Arena da Amazônia, na Zona Centro-Oeste de Manaus. O time de Sinomar Naves, mesmo não fazendo uma grande atuação, avança no torneio e agora enfrenta o Paysandu nas oitavas de final da competição.

Debaixo de uma chuva torrencial cerca de 2,3 mil torcedores do Nacional vibraram com o time de Sinomar Naves nos primeiros minutos da etapa inicial. Principalmente depois do gol do volante Lídio, que desviou de cabeça uma bola alçada na área pelo meia Thiago Marin. O meio de campo nacionalino não estava inspirado e Fininho engrossou em alguns lances de finalização no primeiro tempo.

A dupla de ataque Wanderley e Hyantony até se movimentavam na frente, mas o campo pesado por conta da chuva não permitia passes em profundidade com maior precisão. O jogo era recuar e buscar o jogo no meio de campo, o que fez a partida entre o Leão do Norte e Lobo do Cerrado se tornar feio de se ver.

No segundo tempo, o time comandado por Márcio Bittencourt resolveu partir pra cima do Naça com tudo. A pressão inicial deixou o time nacionalino acuado e sem saída de bola. As finalizações do VEC foram saindo uma após a outra e o goleiro Maurício Ramos teve de se virar com o piso molhado e as bolas que cruzavam sua área a todo o instante. De tanto tentar, o Vilhena-RO igualou a partida, após chute forte de Roalasse, que contou com desvio na zaga do Naça e morreu no canto direito do arqueiro do Nacional.

Com o empate, o VEC só precisava de mais um gol para, não só vencer a partida de virada, como também eliminar o time amazonense. Bittencourt lançou seu time todo ao ataque colocando quatro atacantes para tentar vencer o jogo. Os espaços foram surgindo e o Nacional teve algumas chances de matar a partida no contra-ataque. No entanto, no momento de acertar o último passe, os jogadores do Leão não se acertavam em campo.

Leonardo entrou no lugar de Hyantony e segurou a bola no ataque tentando marcar o segundo gol e fazer o tempo passar. A torcida do Naça nas arquibancadas, molhada e com frio, roia as unhas e rezava para o jogo acabar. Até que o árbitro encerrou a partida e os nacionalinos fizeram a festa na Arena.

Com o resultado, o Nacional avança para as oitavas de final do torneio e vai encarar o Paysandu, nos dias 8 e 22 de março, segundo a  Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Na quinta-feira (26) o Leão da Vila enfrenta o Rio Negro, na reedição do clássico de maior rivalidade da história do futebol amazonense – o RioNal -, pelo Campeonato Amazonense.  


Publicidade
Publicidade