Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Craque

Nacional pretende fazer Carnaval sobre o Vilhena-RO na Arena da Amazônia pela Copa Verde

Elenco do Naça não recebeu folga para as folias de Momo e agora pretende por o bloco na rua diante da equipe rondoniense. Leão da Vila Municipal joga pelo empate contra o Lobo do Serrado, mas vai pra cima e quer vitória



1.jpg Sinomar naves não deu folga ao elenco do Naça que joga por um empate contra o Vilhena-RO pela Copa Verde
18/02/2015 às 20:08

Maisena na cabeça, muita ovada e animação durante a tarde de desta Quarta-feira de Cinzas no treino do Nacional Futebol Clube no CT Barbosa Filho, na Zona Leste de Manaus. Mas calma torcedor nacionalino, não era o bloco do Leão da Vila Municipal, mas sim a comemoração do aniversário do lateral João Rodrigo. O jogador completou 30 anos e recebeu a já tradicional “homenagem” dos companheiros de time. Na verdade o grupo do Naça não foi liberado para curtir o Carnaval e seguiu firme na preparação para o duelo contra o Vilhena-RO pelo jogo de volta da Copa Verde.

Durante aproximadamente duas horas o elenco do Nacional executou treino tático no CT Barbosão e um jogador em especial chamava a atenção entre os reservas do Naça: o meia Railson. O jogador estava afastado do elenco há um mês por conta de uma luchação no ombro e retornou aos trabalhos com bola. Com a volta do meia de 23 anos, o treinador Sinomar Naves ganhou mais uma opção no setor que só contava com Fininho e Thiago Marin.



A volta de Railson

“Eu não via a hora de voltar. Ficava ali fazendo fisioterapia, doido pra voltar pra equipe e estar disponível para o professor, já pensando no jogo de volta contra o Vilhena”, disse Railson festejando seu retorno aos trabalhos com bola. O jogador, que se machucou durante um treino em um choque normal de jogo, agora pretende brigar por uma vaga no time titular.


“Estou fazendo meu trabalho correto ali dentro do campo e agora é esperar pelo professor. Agora eles tem uma sombra...uma puga atrás da orelha”, comentou abrindo um sorriso o meia que poderá estar no banco de reservas para o jogo contra o Lobo do Serrado.

Palavra do Professor

No trabalho tático do elenco nacionalino no Barbosão, Sinomar Naves utilizou o ataque titular na equipe reserva. A intenção é treinar a movimentação da equipe. O atacante Hyantony foi o destaque ao marcar duas vezes. O veloz Weverton também deixou sua marca para a equipe suplente em bela jogada. O comandante do Leão da Vila deixou claro que deve usar a mesma equipe que iniciou a partida de ida contra o time do Vilhena, quando saiu de Rondônia com a vitória.

“Hoje nós temos uma base bem forte. E as mudanças que precisar ir modificando em decorrência do jogo ou de alguma outra situação será feita sem problemas. Mas a verdade é que nós temos uma base bem boa”, salientou Naves.   


Sinomar também sinalizou com a possibilidade da chegada de reforços logo no início do mês de março. “Nós só temos 22 jogadores para todas as competições e nós precisaríamos no mínimo de 28 jogadores, que seria um número ideal. Mas no tempo certo eles vão chegar também. Estamos conversando com a diretoria. Já fizemos reuniões e vamos buscando aos poucos jogadores que possam estar vindo depois para estar completando o grupo”, finalizou Sinomar.

Nacional e Vilhena-RO se enfrentam no próximo domingo, às 16h, na Arena da Amazônia, na Zona Centro-Oeste de Manaus, pela jogo de volta da Copa Verde. O time amazonense venceu a partida de ida por 1 a 0, e pode até empatar que seguirá na competição interestadual. 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.