Publicidade
Esportes
Craque

Nacional se mantém na série D do campeonato brasileiro

Nacional recupera o bom futebol, goleia o Genus e se mantém vivo na Série D 12/08/2013 às 09:02
Show 1
A vitória nacionalina manteve vivo o sonho de classificação para a próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro
AUGUSTO COSTA ---

Com uma grande atuação do meia-atacante Bismarck, que estreou no lugar de Danilo Rios marcando dois gols, o Nacional goleou por 5 a 2 o Genus (RO), ontem, no estádio Roberto Simonsen, e assumiu a vice-liderança do grupo A1, com nove pontos ganhos. A vitória nacionalina, depois de três derrotas consecutivas, manteve vivo o sonho de classificação para a próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro. O Plácido de Castro, próximo adversário do Leão da Vila Municipal, no dia 17, em Rio Branco, venceu o Náutico, em Boa Vista, e disparou na liderança com 13 pontos.

As mudanças feitas pelo técnico Léo Goiano, que colocou o goleiro Gilberto, o lateral Andrezinho, além dos meias-atacantes Evandro e Bismarck, deram certo e o Nacional jogou com velocidade e compacto na marcação. A determinação dos jogadores em campo também fez a diferença, ao contrário da maneira apática como o time vinha atuando na competição com o técnico Aderbal Lana.

O Nacional começou pressionando. Logo aos nove minutos de jogo, Bismarck chutou forte da entrada da área, fazendo 1 a 0 Naça. A equipe do Urso respondeu com Souza, que arriscou de fora da área, assustando. Em seguida, Evandro entrou na área driblando e foi derrubado pelo zagueiro Kleitão. Bismarck cobrou a penalidade com categoria, fazendo 2 a 0 para o Leão da Vila. O Genus sentiu o segundo gol e o Nacional ampliou com Evandro, chutando de fora da área. Leonardo, livre de marcação, tocou para o fundo das redes, fazendo 4 a 0 Naça, placar do primeiro tempo.

ApagãoO Genus voltou arrasador e em cinco minutos tinha feito dois gols com Souza, depois do “apagão” da defesa do Naça. Somente aos 25 minutos o time respirou aliviado. Bismarck cobrou escanteio e Agenor, que subiu mais que a zaga do Genus, tocou para o fundo das redes fazendo 5 a 2 e definindo o placar.

Estreantes agradam

Autor de dois gols, o meia-atacante Bismarck estava eufórico pela excelente estréia com a camisa do Nacional. Ele substituiu bem a estrela do time, o meia Danilo Rios, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. “Graças a Deus mudamos o espírito do grupo. Fico feliz em ter contribuído com esses dois gols e agora quero ajudar o time a buscar essa classificação”, disse Bismarck.

O goleiro Gilberto, que também estreou contra o Genus, admitiu que aconteceram duas falhas coletivas na defesa nos gols sofridos. “Aconteceram falhas coletivas que vamos corrigir durante os treinamentos da semana. O mais importante foi à vitória”, resumiu o também estreante do dia.

Apesar do Genus ter tentando uma reação, marcando dois gols, o meia-atacante Nino lamentou a derrota do Urso, que com essa derrota está eliminado do Brasileirão. “Sabíamos que seria difícil. O time do Nacional está bem montado, mas tentamos a vitória. Agora é cumprir tabela, porque não podemos mais nos classificar. Só nos resta terminar a competição com dignidade”, avaliou o jogador do Genus.

Publicidade
Publicidade