Publicidade
Esportes
GUIA BAREZÃO

Nacional tenta esquecer 2016 e busca redenção no Campeonato Amazonense

Em ano de reconstrução, Nacional busca boa participação no Barezão para voltar a ter calendário 13/03/2017 às 09:47 - Atualizado em 13/03/2017 às 09:49
Show img0017423514
Técnico Arthur Bernardes assumiu o time antes da partida de volta da pré-Copa Verde, sofreu pressão da torcida e busca dar volta por cima no estadual. (Foto: Antônio Lima)
Valter Cardoso Manaus-AM

O ano é atípico para Leão da Vila. Acostumado a ter que dividir as atenções entre várias competições, o Nacional vê no Campeonato Amazonense deste ano a sua prioridade. Após terminar a edição de 2016 na terceira posição, o Naça ficou fora da Série D e da Copa do Brasil, mas seguiu para a fase preliminar da Copa Verde. Neste ano, com mudança de comando do clube, da presidência até os jogadores, o time voltou a decepcionar e caiu na pré-Copa Verde, por isso um bom desempenho no Campeonato Estadual passa a ser tão importante para o time. Mesmo com um elenco mais modesto do que nos últimos anos, o Leão deve brigar pelo título da competição.  “O Campeonato Estadual aqui é bem equilibrado. Os times tem muitas peças iguais, jogadores de qualidade. Acho que esse ano vai ser muito equilibrado”, analisou Alan Bahia, volante da equipe.

A estreia do time é no próximo sábado (18), diante do Manaus, no estádio Carlos Zamith. A partida vai marcar apenas o segundo jogo oficial do técnico Arthur Bernardes no comando da equipe. “A gente está trabalhando forte, professor está botando a filosofia de trabalho dele então vamos procurar acatar da melhor maneira para chegar bem na estreia”, finalizou Alan Bahia, que deve usar a faixa de capitão da equipe no estadual.

Elenco

O time do Nacional ainda busca reforços para fechar o elenco. A estratégia da diretoria é esperar os primeiros jogos para então detectar eventuais necessidades e contratar no decorrer do primeiro turno do Campeonato Amazonense. 

Entre os destaques da equipe, estão o atacante Jefferson, artilheiro do último campeonato amazonense, além de Alan Bahia e Branco, que foram indicados por Aderbal Lana que iniciou o ano no comando do Leão, mas trocou o time pelo Rio Negro após apenas um jogo oficial no como técnico do time.

Publicidade
Publicidade