Publicidade
Esportes
Craque

Nacional tenta subir de divisão contra o ‘amazonense’ Náutico, em Roraima

O Naça estreia neste sábado (01) na Série D do Campeonato Brasileiro com planos ousados para o futuro 01/06/2013 às 10:19
Show 1
Wesley Bigú é uma das principais apostas no lado esquerdo do Naça
AUGUSTO COSTA ---

O Nacional estreia neste sábado (01) na Série D do Campeonato Brasileiro, às 16h (horário de Manaus), contra o Náutico (RR), no estádio Raimundo Ribeiro, o Ribeirão, na cidade de Boa Vista, com planos ousados para o futuro: conquistar uma das quatro vagas entre os finalistas da competição nacional para garantir o retorno  Série C em 2014. Mas se o foco dos jogadores nacionalinos é subir de divisão, todos são unânimes em afirmar que o caminho será longo e difícil.

Apesar de canhoto, o lateral-esquerdo Wesley Bigú, acredita que o Naça tem tudo para começar com o pé direito no Brasileirão. “Vamos disputar a Série D focados no nosso objetivo principal que é o acesso do Nacional na Série C no ano que vem. Não conhecemos o time do Náutico, mas o professor Aderbal Lana já nós deu as informações necessárias pra que possamos fazer um bom jogo para conquistar um bom resultado em Roraima”, afirma o craque nacionalino. 

Sobre o cansaço pelo excesso de viagens e jogos entre as partidas do Campeonato Amazonense e Copa do Brasil, Bigu disse que os jogadores já se recuperaram fisicamente. “Tenho feito boas partidas pelo Nacional e apoiando bem o ataque pelo Amazonense e pela Copa do Brasil, e no Brasileiro não será diferente. Tivemos uma folga de uma semana e deu para descansar. Agora, é esquecer o Estadual e concentrar na Série D”, disse o lateral nacionalino. 

O zagueiro Ediglê, que já jogou no futebol roraimense, acredita que, a exemplo dos anos anteriores, o Náutico deve vir com vários jogadores que disputaram o Campeonato Amazonense. “Eles devem pegar uma base daqui de Manaus, que é o que eles sempre fazem. Sabemos que este ano o Campeonato Amazonense teve bons jogadores e o nível técnico foi alto. Estamos preparados para o que der e vier para não sermos surpreendidos”, avaliou.

Já o meia-atacante Danilo Rios, que vem se destacando na armação das principais jogadas no meio-de-campo do Leão da Vila Municipal, a expectativa é fazer um grande jogo.

“Queremos voltar de Roraima com um resultado positivo. Sabemos que vai ser um jogo difícil e respeitamos todos os adversários, mas o Nacional tem condições de brigar pelo acesso para o ano que vem”, disse Rios.

Lana cauteloso

O técnico Aderbal Lana prevê um jogo difícil. Ele disse que teve dificuldades para conseguir informações sobre a maneira de jogar do Náutico de Roraima. “Espero que tenhamos um bom rendimento na Série D do Campeonato Brasileiro pára sairmos dessa incômoda condição do futebol do Amazonas”, disse Lana.

Náutico bem familiar

Com moral depois de conquistar o seu primeiro título de campeão roraimense, o Náutico (RR) encara o Nacional com uma equipe composta por cinco jogadores que disputaram o Campeonato Amazonense Chevrolet 2013. O atacante Robemar, ex-Penarol, que foi o artilheiro do Amazonense com 12 gols, não foi bem na decisão de Roraima, quando desperdiçou uma penalidade máxima contra o São Raimundo (RR), quer se redimir contra o representante amazonense na Série D do Campeonato Brasileiro.

Além de Robemar, os meias Eduardo, ex-Penarol e Fernandinho ex-Rio Negro, o zagueiro Evandro, o lateral-esquerdo Edmundo e o meia-atacante Heitor, que defenderam o Sul América em edições anteriores do Campeonato Amazonense estão confirmados para enfrentar o Naça no estádio Ribeirão.

Para o técnico Sérgio Góis, que está no comando do elenco Alvirubro desde 2012, não será fácil vencer o Nacional. “O Náutico já passou pelo seu período de aprendizado e agora é o nosso melhor momento. O elenco está muito confiante e com o apoio da nossa torcida vamos dar o melhor para vencer na nossa estreia e somar os três pontos”, declarou.

Publicidade
Publicidade