Publicidade
Esportes
Craque

Nadadora recordista amazonense busca título em competição de natação no Equador

Nadadora de 17 anos representará o Estado na Copa do Pacífico da modalidade. A atleta detém o recorde do nado de peito na distância de 50 metros 15/10/2014 às 11:48
Show 1
Rebeca e seu treinador, Leandro Freire, tentarão buscar uma medalha para o Amazonas.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A nadadora manauara Rebeca Severiano representará o Amazonas na Copa Pacífico de Natação, que será disputada no Equador. A competição internacional será realizada entre os dias 15 e 18 de outubro na piscina do Club Desportivo Diana Quintano, na cidade de Guayaquil. A atleta é recordista amazonense dos 50 metros nado peito, com tempo de 35 segundos e 18 centésimos no Torneio Norte Nordeste Interfederativo de 2014.

Integrante da Delegação Brasileira de Desportos Aquáticos, Rebeca começou no esporte praticando futebol aos oito anos de idade e compete nas piscinas desde os dez. Recentemente, ela foi convocada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) a integrar o time de atletas da natação nacional que se preparam para alcançar títulos importantes em competições mundiais.

A amazonense detém títulos de destaque para a natação amazonense, como o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro – Troféu Chico Piscina, realizado em outubro de 2011. Além do feito, Rebeca garantiu a medalha de prata na categoria júnior 1 durante os Jogos Escolares da Juventude (JEB’s), disputado este ano na Paraíba, e ficou com a sexta colocação nos 200 metros nado peito no Campeonato Brasileiro de Natação, em maio deste ano, no Rio de Janeiro (RJ).

Para o técnico, Leandro Freire, de 32 anos, que há dois anos acompanha o desenvolvimento da atleta, o Amazonas tem grandes chances de medalha com Rebeca. “É uma atleta determinada, focada nos melhores resultados, destemida, muito perseverante e disciplinada. Atualmente faz parte do Clube Nilton Lins, onde treina três horas por dia, sete vezes por semana, sendo duas horas na água e uma hora de preparação física”.

“Diga-se de passagem, estamos trabalhando para que ela obtenha não somente destaque para a natação amazonense como também para o Brasil, internacionalmente”, declara o técnico, revelando que a amazonense tem grandes chances de retornar para casa com duas medalhas de bronze nas provas dos 100m e 200m nado peito.

De acordo com o secretário da Semjel, Elvys Damasceno, a recordista amazonense está realizando um ótimo trabalho nas piscinas, repercutindo a natação do Estado pelo Brasil. “Ela já disputou campeonato brasileiro e conseguiu lugar no pódio. É dona do tempo recorde dos 50m nado peito da natação amazonense. Por isso, estamos confiantes de que os amazonenses farão bonito no Equador”.


Publicidade
Publicidade