Sábado, 25 de Maio de 2019
Craque

‘Nadapedalacorre’: Ponta Negra ‘ferveu’ com etapa do Circuito Nacional Sesc Triathlon

Pela primeira vez em Manaus, competição reuniu a nata da modalidade no Complexo Turístico da Pnta Negra neste sábado (11). Muita luta e determinação marcaram o evento que deve se firmar na capital amazonense nas próximas temporadas



1.jpg
Quarta etapa do Circuito Nacional Sesc Triathlon juntou mais de 400 atletas na Ponta Negra.
12/07/2015 às 14:00

Calor, suor e superação foram os ingredientes que ferveram no “caldeirão” da Ponta Negra, no sábado,  na quarta etapa do Circuito Nacional Sesc Triathlon. Estreando em Manaus, a tradicional competição organizada pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), distribuiu quase R$ 80 mil em premiação entre os melhores colocados nas dez categorias.

Com o belíssimo cartão postal da praia da Ponta Negra e tendo o imponente rio Negro como paisagem de fundo, mais de 400 atletas enfrentaram o sol e a alta temperatura do verão amazônico.

Às 7h foi dada a primeira  largada, na prova que envolve natação, ciclismo e corrida. Homens e mulheres, atletas de elite e amadores nas categorias: Amador, Comerciário/Dependente (masculino e feminino), Mountain Bike (masculino e feminino), Comerciário Revezamento, Revezamento Aberto e Pessoa Portadora de Deficiência (PcD) - que encararam 750m de nado, 20Km de bike e  5Km de corrida, na chamada distância Sprint. 


Os  feras da categoria Amador Olímpico e Elite largaram às 9h, quando o sol estava “tinindo” e esticaram a prova um pouco mais. Foram 1.500m de natação nas águas caudalosas do rio Negro, 40Km de bicicleta e finalizaram o percurso abrasador de Manaus com 10Km de corrida.

Campeões

O Circuito Nacional Sesc Triathlon existe desde 2005 e foi a primeira vez que a  capital amazonense recebeu o evento, que também recebe atletas internacionais. E a colombiana Fiorella D´Croz foi a campeã entre as mulheres na principal categoria da prova, a Elite. O  cearense Manoel Messias dos Santos, de 18 anos, foi o vencedor entre os homens.


Logo após cruzar a faixa final, com o tempo de 1h55m21s, Messias comentou como foi a prova. “Manaus sempre surpreende e hoje não foi diferente. Estava bastante calor, mas eu estava preparado pra prova”.

Competindo pela terceira vez em Manaus, o triatleta fez parte da preparação para a etapa manauara no México. “Passamos 25 dias no México, na altitude. Fizemos umas séries de tiros mais fortes com foco aqui em Manaus e acredito que o resultado de hoje foi consequência da preparação”, disse o campeão.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.