Publicidade
Esportes
MEDIDA

Neto Pitbull é condenado pelo TJD-AM por depredar vestiário do Carlos Zamith

O jogador Hamilton do Manaus também foi a júri e recebeu a pena de 'advertência' devido à expulsão por fazer gesto obsceno para torcida adversária 26/02/2019 às 17:02
Show whatsapp image 2019 02 25 at 20.28.55 1eebbcf3 2b86 491f 9464 fa60206138c7
Neto Pitbull, volante do Iranduba. Foto: Divulgação
Gabriel Ferreira Manaus (AM)

Em julgamento na noite dessa  segunda-feira (25), pela Segunda Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM), o volante do Iranduba, Neto Pitbull, foi condenado por maioria de votos do júri a cumprir 30 dias de suspensão e pagar multa no valor de R$ 200.

O atleta recebeu a punição por depredar o vestiário do estádio Carlos Zamith, na Zona Leste de Manaus, após ser expulso no jogo em que o Iranduba empatou em 1 a 1 com o Rio Negro, pela  terceira rodada do Barezão no dia 16 de fevereiro.

Neto Pitbull tem o prazo de três dias para recorrer a condenação ou conseguir efeito suspensivo para atuar pelo Hulk.

Na mesma sessão, o meia Hamilton, do Manaus, teve como pena “advertência”, devido à expulsão por fazer gesto obsceno para torcida adversária na vitória do Manaus sobre o Iranduba pela  segunda rodada do Amazonense no dia 9 de fevereiro.

Publicidade
Publicidade