Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Ney Jr. avalia que Fast Clube se comportou bem, mas não marcou gols 'por detalhes'

O treinador do Rolo Compressor disse que o time jogou bem, mas que o Nacional foi feliz e contou com um pouco de sorte


05/04/2015 às 23:10

O Fast iniciou o Campeonato Amazonense como uma das equipes postulantes ao título. Com um bom elenco, o Rolo Compressor demonstrou um futebol vistoso com belas jogadas e um toque de bola envolvente, mas nas duas últimas rodadas, o Fast empatou contra o Penarol e perdeu para o Nacional. Após a partida, o treinador da equipe, Ney Júnior, comentou que a equipe se comportou bem dentro de campo, mas perdeu por detalhes.

“Nossa equipe se comportou bem no primeiro e segundo tempo, o Nacional achou um gol, fez um gol numa falha de marcação nossa e saiu vitorioso. O futebol é assim mesmo. Um lance define uma partida, uma partida disputada, e o Nacional saiu com a vitoria, parabéns para o Nacional”, disse o treinador.

Mesmo com a equipe azulina tendo abdicado de atacar o Fast na segunda etapa, o Tricolor de Aço não conseguiu aproveitar as chances que criou. Para Ney Jr, isso foi um pouco de sorte da equipe do Nacional.

“Sabemos que a equipe do Nacional deu um pouco de sorte também. Nós tínhamos algumas bolas que passaram perto do gol, então por causa de um detalhe a bola não entrou. Nós treinamos todos os dias as finalizações, mas a aconteceu que a bola hoje não entrou”, lamentou.

O Fast no início da rodada era o segundo colocado, mas com a derrota para o Nacional e com a vitória do Penarol, no sábado (4), a equipe caiu para a terceira colocação e o prejuízo só não foi maior porque o Princesa do Solimões perdeu o jogo para o Nacional Borbense. Mesmo com a queda na tabela, Ney se mostra tranqüilo, mas afirma que o time precisa trabalhar para não correr o risco de ficar de fora do G4.

“É trabalhar, trabalhar a cada dia. Futebol é assim mesmo, dinâmico, por isso, às vezes não vence o melhor, vence quem teve a oportunidade e fez o gol. Por isso que o Nacional ganhou. O jogo hoje foi isso, o Nacional foi feliz com a oportunidade que teve e saiu vitorioso. Não podemos errar. No futebol não se pode errar”, explicou.

Na próxima rodada, o Fast tenta a reabilitação contra o Rio Negro, sábado (11) no Estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste de Manaus, às 15h.



publicidade
publicidade
TJD-AM julga impugnação de partida que pode mudar rumos do Barezão
Projeto de lei no AM quer mulher atendendo vítima de violência doméstica
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.