Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
Craque

Neymar diz que não sente pressão por usar a camisa 10

Durante entrevista concedida em Brasília, o ex-jogador do Santos falou que não sente pressão por usar a camisa que já foi de Pelé e que não se incomoda com a atual “seca de gols”



1.jpg Neymar se mostra simpático durante coletiva com a imprensa
13/06/2013 às 17:44

O atacante da Seleção Brasileira e mais novo reforço do Barcelona, Neymar, falou nesta quinta-feira (13). Foi a primeira coletiva do jogador desde que ele foi anunciado como novo reforço do time catalão. Na entrevista concedida no Brasília Palace Hotel, em Brasília, o ex-jogador do Santos falou que não sente pressão por usar a camisa 10 que já foi de Pelé, que não se incomoda com a atual “seca de gols” – está há mais de 800 minutos sem balançar as redes - e negou os boatos de que estaria sofrendo com uma tendinite, o que chegou a ser especulado depois do jogo contra a França, no último domingo.

Sob os olhares do coordenador da Seleção, Carlos Alberto Parreira, Neymar falou por quase 30 minutos em entrevista coletiva que teve também a participação do zagueiro Réver, do Atlético-MG.



Sobre a estreia na competição mais importante de sua carreira – com a camisa da Seleção Brasileira – , Neymar disse que não se sente pressionado com tanta responsabilidade de ser o maior ídolo do futebol brasileiro no momento e que não vai sentir também o peso de usar a mítica camisa 10.

“Expectativa todo mundo tem. A cobrança sempre existe e sempre vai existir. Todos nós sabemos das nossas responsabilidades e estamos fazendo de tudo para conseguir o titulo da Copa das Confederações e principalmente o da Copa do Mundo que é o que a gente quer”, disse.

Sem contusão

Neymar também negou que tenha qualquer tipo de lesão, como foi especulado após o jogo contra a França, em Porto Alegre. “Estão falando que eu estou com problema no joelho, que não posso jogar, isso não tem nada a ver. Nenhum jogador joga 100%. A gente sempre sente uma dor aqui, outra ali, mas é normal. Eu não tenho nada, não tenho dor como falaram por aí”, disse o craque.

Revér luta para ser titular

Quem também participou da coletiva foi o zagueiro Réver, que pretende trabalhar e muito para tentar ganhar uma chance no time titular, lembrando que, assim como aconteceu na Copa do Mundo de 2002, Felipão, em algum momento, deve voltar a usar um time com três zagueiros. Caso adote o sistema, a primeira opção deve ser Dante, mas quem sabe também não sobra uma vaguinha para ele... “Vou trabalhar muito para criar essa dúvida na cabeça do Felipão”, disse.  

 A Seleção Brasileira participa de um treino está tarde no Centro de Capacitação do Corpo de Bombeiros de Brasília. A primeira parte do treino será fechada à imprensa. Apenas a segunda parte será aberta à imprensa.

 

A cobertura completa do dia da Seleção Brasileira você confere na edição desta sexta-feira (14) no caderno CRAQUE, do jornal A CRÍTICA.  


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.