Domingo, 18 de Agosto de 2019
SUJOU

Neymar e pai podem ser indiciados por corrupção na Espanha

Procuradoria espanhola pede indiciamento de Neymar e seu pai por corrupção em relação a uma suposta fraude contra o fundo DIS, que administrava parte de seus direitos federativos



NEYMAR-E-O-PAI.jpg Assessoria do jogador emitiu nota oficial alegando que Neymar cumpriu com acordo. (Foto: Reprodução / Web)
07/06/2016 às 12:09

A vida extra-campo do craque da seleção brasileira e do Barcelona já balançada. Neymar e seu pai podem ser processados em relação a uma suposta frause contra o fundo DIS, que administra parte de seus direitos federativos. De acordo com a 'Agência EFE', nesta terça-feira (7), a Procuradoria da Audiência Nacional da Espanha solicitou à Justiça que seja aberto o processo contra ambos. 

O procurador do caso, José Perals apresentou ao juiz da  Audiência Nacional, José de la Mata, seu parecer favorável ao indiciamento de ambos na causa em que se investiga a denúncia do fundo DIS, que tinha 40% dos direitos federativos de Neymar e afirma ter sido enganado por não ter recebido o valor que lhe correspondia na transferência para o Barcelona.

Conforme a rádio "Cadena SER", a promotoria "considera que uma vez praticadas todas as diligências de investigação, deveriam ser indiciados Neymar, seus pais, os ex-presidente de Barcelona e Santos (Sandro Rosell e Odilio Rodrigues), além dos dois clubes como instituições e a empresa dos pais do astro”, como reproduz o catalão "Sport".

O diário espanhol reitera que Neymar e o pai são acusados de corrupção nos negócios (artigos 286 e 288 do código penal da Espanha), com penas que variam de seis meses a dois anos de prisão, além do pagamento de severas multas.

A assessoria do jogador emitiou nota, afirmando que o jogador não foi notificado até o momento pela Justiça Espanhola. Ainda a assessoria, o atleta honrou seu contrato com o Santos e a DIS recebeu devidamente a sua parte do acordo.

"As empresas N&N Consultoria e NR Sports e as pessoas físicas citadas não foram notificados, até então, pela Justiça Espanhola. A partir da notificação, as empresas e pessoas envolvidas prestarão todos os esclarecimentos necessários à Justiça Espanhola, como tem sido feito desde as primeiras acusações proferidas pela DIS, inclusive com a entrega de toda documentação exigida.

Com relação à acusação, gostaríamos de esclarecer que a participação da DIS nos direitos econômicos do atleta Neymar Jr. referia-se somente ao contrato mantido com o Santos FC, e foi integralmente quitado, tendo a DIS apurado lucro de cerca de 290%."

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.