Publicidade
Esportes
Craque

Neymar maior que Maradona. Craque brasileiro está um passo de superar argentino no Barça

Atacante brasileiro vive ótima fase no time catalão e marcou gols nos últimos quatro jogos da equipe. Com 38 gols em partidas oficiais, o craque brasileiro está a um gol de superar o maior jogador argentino em sua passagem pelo Barcelona 11/02/2015 às 10:27
Show 1
Neymar está a apenas um gol de se tornar maior que Maradona no Barcelona.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Os argentinos adoram exaltar que Maradona é melhor que Pelé. No entanto, Neymar poderá se tornar maior que o craque argentino na noite desta quarta-feira (11). Explicamos: o camisa 11 do Barcelona está a um gol de superar o melhor jogador de futebol da Argentina em todos os tempos quando este passou pelo clube catalão. Ambos balançaram as redes em 38 oportunidades usando a camisa do clube espanhol.

A prova da importância da partida desta noite contra o Villareal, no estádio Camp Nou, pela Copa do Rei, está no cartaz que promove o duelo. Neymar é o rosto que convoca os torcedores blaugranas para apoiar a equipe comandada por outro craque argentino, Lionel Messi. Não é a toa que o ex-santista é o garoto propaganda do Barça, ele é o único jogador do time de Lus Enrique a marcar gols nas últimas quatro partidas do time.

Maradona atuou por duas temporadas no Barcelona, entre 82 e 84, e deixou o clube com 38 gols, em 58 partidas – uma média de 0,65 por jogo. Neymar chegou ao mesmo número em pouco mais de uma temporada e meia.  No entanto, o brasileiro jogou dez partidas a mais que o argentino no total. A média de gols de Neymar no Barça é de 0,56. Somados todos os jogos, o brasileiro está a apenas um de se igualar ao “Pibe de Oro”.

Números e recordes à parte, a partida de ida da semifinal da Copa do Rei é levada muito a sério pelo treinador Luis Enrique. O time catalão é o único espanhol que poderá abocanhar a triplice coroa este ano. Com a eliminação do rival Real Madrid, o Barça poderá alcançar o feito caso conquiste a Liga dos Campeoões, Campeonato Espanhol e Copa do Rei.

"Se o rival nos pressiona, aparecem mais espaços. Isso é básico, e costuma ser melhor a gente. Só que o Villarrel também gosta quando estamos em seu campo o atacando, pois tem jogadores rápidos no contra-ataque. Não dá para ser perfeito. É um jogo duro mesmo", destacou o técnico do Barcelona, Luis Enrique.


Publicidade
Publicidade