Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
PROJETO SOCIAL

No Prosamim, ação abre espaço para mais de 35 crianças da comunidade

Responsável pelo projeto, Hiel Soares custeia por conta própria e com ajuda de alguns amigos os gastos com equipamentos e alimentação das pequenos. Alguns dos alunos sequer têm chuteiras



hiel_foto_FD53EC50-B6CC-488C-8DC9-E0432CE9A4B0.JPG Foto: Eraldo Lopes/Freelancer
15/03/2020 às 10:44

“Ajudem as crianças desafortunadas, que necessitam do pouco de quem tem muito. Pelo amor de Deus, o povo brasileiro não pode perder mais crianças”. Após fazer o ‘Gol 1000’, em um lotado Maracanã, esta foi a declaração de Pelé aos repórteres que invadiram o campo para captar uma palavra de quem acabara de produzir um feito histórico. O Rei do Futebol já sabia: as pequenas vidas são o que há de mais precioso no mundo.

Seguindo o lema do maior jogador de todos os tempos, projetos sociais em prol das crianças são o refúgio para famílias de muitas comunidades do Brasil. E em Manaus não é diferente. No Prosamim localizado no Centro, mais precisamente na rua Major Gabriel, Hiel Soares - que atende no contato (92) 99404-6445 - abre a quadra para cerca de 35 crianças do complexo, que recebem ensinamento tanto para o esporte quanto para a vida fora.



Criado em abril de 2019, o projeto Hiel Soccer Futsal recebe meninos e meninas de 4 a 15 anos de idade. “Através do esporte ensinei as crianças a respeitarem os colegas e a ter disciplina. Isso tudo transforma um aluno que pensa em ser jogador no futuro”, declarou o responsável pelo projeto do Prosamim.


O Hiel Soccer Futsal recebe crianças de 4 a 15 anos de idade. Foto: Eraldo Lopes/Freelancer 

Em prol da comunidade

Longe de querer transformar crianças em próximos craques mundiais - não que a ‘sorte grande’ seja descartada por professor e demais pequenos sonhadores. Mas no projeto de Hiel, a preocupação é com o ser humano, com o menino e a menina que crescem em meio aos perigos da violência e o mau caminho das ruas sem segurança. Com 35 crianças - e sabendo o nome de todas -, Hiel faz um bem não só às famílias envolvidas nas aulas, como crianças e pais, mas a toda comunidade.

“O futebol traz o bem. Além disso, as boas condutas ajudam a comunidade desde já. É a experiência que eu transmito para eles”, ressaltou Hiel, que supera as dificuldades pelas crianças. “Não é fácil, mas com muito carinho e amor, estou aqui por elas. Desde pequeno, sempre tive vontade de jogar futebol, mas os grandes não deixavam. E é isso que acontece com essas crianças e aqui no projeto eu dou esse espaço”, explicou o ‘tio’, como é chamado pelos pequenos.

Em busca de apoio

Embora o projeto atinja a parte infantil da comunidade há quase um ano, a falta de apoio financeiro e de equipamentos é presente. Custeando as despesas apenas por conta própria e com ajuda de amigos, Hiel acredita que um auxílio seria fundamental para o crescimento e a estabilização da ação social.


Dentre muitos meninos, três garotas fazem parte do projeto de Hiel. Foto: Eraldo Lopes/Freelancer

“Me desdobro para proporcionar o lanche aos finais dos treinos. Até peço para algumas crianças trazerem R$ 2,00 para que a gente tenha a cota. A ajuda que tenho são daqui do Prosamim mesmo, caso do Mercadinho Três Marias e dos amigos Totonho, Nelson e Lázaro Fernando”, explica Hiel, que fala sobre as maiores necessidades dos alunos.

“Algumas crianças sentem falta até de equipamento para treino, já que não têm tênis. No momento, também precisamos de equipamentos como cones novos e bolas. Os que temos já estão quebrando e na questão das bolas, só temos duas”, detalhou o responsável da ação.

 

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

1 Jun
show_image__1__9473F00F-823B-49AC-AECF-5C323237F29C.jpeg

Maria Azedo acusa ex-marido de violência doméstica; acusado nega

01/06/2020 às 16:26

A ex-cunhã poranga Maria Azedo compareceu hoje (1º) na DECCM para registrar um BO contra o ex-marido, o publicitário Bruno Guedes por descumpri medida protetiva. Ontem (31) em uma rede social ela relatou ter sofrido violência doméstica durante o casamento. O publicitário nega as acusações


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.