Terça-feira, 22 de Setembro de 2020
REENCONTRO

No Vitória-BA, Marcelinho reencontra técnico Bruno Pivetti: 'Facilita na transição'

Natural de Manacapuru, meia-atacante volta ao futebol brasileiro após nove anos na Bulgária. No Ludogorets, atual treinador do Vitória foi auxiliar de Paulo Autori e trabalhou com Marcelinho em 2018



marcelinho_1_97E2C604-6989-4D53-A560-530175948A5B.jpg Ludogorets preparou homenagem de despedida a Marcelinho. Foto: Divulgação/Ludogorets
28/07/2020 às 09:05

Anunciado no Vitória-BA para a disputa da Série B do Brasileiro, o meia-atacante Marcelinho chega amanhã a Salvador, capital da Bahia, para realizar exames médicos e assinar contrato até o final da competição nacional. Natural de Manacapuru, interior do Amazonas, o jogador é o quarto reforço anunciado pelo Leão após a pausa em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

No primeiro desafio após nove anos de Ludogorets Razgrad, da Bulgária, Marcelinho vai reencontrar em Salvador um conhecido dos tempos de Europa: Bruno Pivetti, atual técnico do Vitória e ex-auxiliar de Paulo Autuori, que esteve comandando o time búlgaro em 2018. Esse foi um dos fatores que levaram o amazonense a aceitar o desafio baiano.




Pivetti (à dir.) foi responsável pela metodologia de treinamento no Ludogorets de Autuori. Foto: Divulgação/Ludogorets

“Muito feliz pela oportunidade. O nome do Vitória já apareceu logo que cheguei ao Brasil e me agradou demais. Pela camisa, o clube que é. E lá tem um treinador que já conheço (Pivetti), com quem trabalhei na Bulgária. Ele me conhece e isso já facilita na transição de quem vem da Europa. Quarta já estou indo motivadíssimo para treinar”, afirmou o atleta natural de Manacapuru.

Eliminado do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste, o Vitória já se prepara para a Série B, que inicia em 7 de agosto - por conta da pandemia, a competição só vai terminar em 30 de janeiro de 2021, vale lembrar. Após a paralisação, o Leão já anunciou o goleiro César, o lateral Léo e o atacante Matheusinho.

Readaptação

Com 35 anos de idade, Marcelinho retorna ao futebol brasileiro após nove anos de Bulgária. Lá, além do eneacampeonato, conquistou uma Taça e três Supertaças da Bulgária e em 324 jogos marcou 93 gols. O meia-atacante comentou sobre como o físico vai ajudar nessa readaptação ao futebol brasileiro.

“Pretendo trabalhar bem forte na parte física, o que já faço individualmente. Ansioso para chegar no clube, dar o primeiro treino e ter o contato com o grupo. Quero iniciar o trabalho o mais rápido possível para estar à disposição. Sou feliz porque tenho um físico privilegiado, que me ajuda muito. Não tenho problema com peso e quero estar pronto para os jogos que vem pela frente”, completou Marcelinho.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.