Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
publicidade
Craque

O duro adeus de Neymar à Seleção após lesão o tirar da Copa

O artilheiro do Brasil no Mundial, deixou a Granja Comary, em Teresópolis, onde está a concentrada a delegação brasileira desde o início do torneio. O jogador agora seguirá em tratamento particular



1.jpg
Neymar chega de helicóptero a Granja Comary após sofrer grave lesão na coluna.
publicidade
publicidade
05/07/2014 às 17:40

Dia triste para a Seleção Brasileira na Granja Comary. O craque Neymar Jr., artilheiro da equipe na Copa do Mundo com quatro gols, deixou a concentração do Brasil, no início da tarde deste sábado (5).  O jogador deixou o local em um helicóptero da Unimed, patrocinadora da CBF.

Acompanhado do pai, Neymar Santos, o camisa 10 da Seleção foi conduzido em uma maca ortopédica por uma ambulância para a aeronave, que aguardava no campo 2 do Centro de Treinamento da CBF. Na despedida, Neymar ainda acenou para as câmeras presentes, mas na maior parte do tempo um grupo, composto por membros da delegação e departamento médico da Seleção, bloqueavam a visão da entrada da aeronave.

Junto ao helicóptero, estavam membros da comissão técnica da CBF, o chefe do departamento médico José Luis Runco e o presidente da entidade máxima do futebol brasileiro, José Maria Marin, que havia chegado minutos antes à Granja para se despedir do atleta.

A princípio, foi divulgado que Neymar ficaria com os outros jogadores na concentração. Porém, uma reunião entre o comando da Seleção e o pai do jogador, estendida durante toda a madrugada da sexta-feira (4) para o sábado (5), ficou decidido que seria melhor o craque se recuperar em casa.

publicidade

O jogador fraturou uma vértebra lombar após a violenta entrada do lateral direito Júan Zúñiga aos 41 minutos do segundo tempo da partida contra a Colômbia. O jogo classificou o Brasil para as semifinais da Copa do Mundo. Segundo o médico da CBF, Rodrigo Lasmar, o atacante brasileiro deverá ficar de três a seis semanas de repouso e vai usar um colete ortopédico.A boa notícia é que o jogador não irá necessitar de tratamento cirúrgico.

Avô de Marcelo

Mais cedo, uma notícia foi ainda mais trágica para o lateral-esquerdo Marcelo: a morte do avô, Pedro Vieira da Silva Filho, que faleceu vítima de um tumor na medula óssea e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital do Rio de Janeiro.

Segundo o jogador, que já havia visitado o avô no dia 18 de junho, durante a folga da Seleção. Na ocasião, ele declarou que “Seu Caroço”, como era conhecido, foi o maior incentivador de sua carreira como jogador de futebol.

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS COMPLETA

publicidade
publicidade
MPF denuncia militar que disparou arma de fogo em rua de Manaus
Videoconferência em audiências de réus presos em Manaus é lançada
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.