Publicidade
Esportes
Opinião de quem conhece

'O Nacional tem que repensar aquilo lá', diz o sempre cotado Aderbal Lana

O ex-técnico e coordenador de futebol do Naça deu sua opinião sobre a eliminação da equipe na Série D e afirmou não ter sido procurado para assumir a vaga de Benazzi 18/07/2016 às 19:40 - Atualizado em 19/07/2016 às 09:01
Show lana
Lana disse que a diretoria do Leão não o procurou (Foto: Denir Simplício)
Denir Simplício Manaus (AM)

Solução caseira, essa é a receita que a diretoria do Nacional costuma usar quando o assunto é a disputa do Campeonato Amazonense. E logo que um grande "Chef" é demitido do Naça, eis que surge o nome do velho e bom Aderbal Lana. Com a demissão do treinador Vagner Benazzi na tarde desta segunda-feira (18), o nome do ex-técnico do Leão começou a ser ventilado pelas bandas da Vila Municipal.

Aderbal Lana esteve no Naça até o ano passado, quando ocupou o cargo de coordenador de futebol do clube e, posteriormente, assumiu o comando do Leão após a queda de Sinomar Naves. Como treinador, conquistou o Barezão 2015 com uma campanha avassaladora se tornando o primeiro campeão do Estado na Arena da Amazônia. Questionado se estava sabendo da demissão de Vagner Benazzi, Lana não se mostrou surpreso. "Mas lá todo ano acontece isso... é um atrás do outro", disse.

O treinador comentou mais uma eliminação do Nacional e fez questão de dizer que não foi procurado pela diretoria do Leão. "Acho o seguinte: o Nacional tem de parar de contratar, tem que parar pra pensar no que realmente está errado. Se não tiver uma sequência de time de futebol, não adianta ninguém ir pra lá. Não vai chegar a lugar nenhum. De seis em seis meses é um time. Tem muita pressão em cima do jogador. O Nacional tem que repensar aquilo lá. Mas comigo não tem nada de momento", revelou, Lana explicando porque seu nome é sempre lembrado para assumir o ex-clube.

"É porque eu tô aqui mais disponível do que buscar um outro (treinador) fora. Acho que o Nacional pensa em outras coisas no momento, não pensa em mim", concluiu o técnico que é o atual campeão amazonense, confessando que esteve na Colina neste domingo (18) para assistir a partida, mas que teve de sair antes do término do jogo.

"Pela primeira vez eu fui no campo ontem (domingo). Me deu um arrependimento danado porque às vezes quero conversar com uma pessoa e não tem nem como. Logo vem alguém atrás e começa a gritar: 'Lana, você tem que voltar' ou 'Poxa, esse time é ruim demais'. Eu vou lá pra ver o jogo, pra aprender alguma coisa, porque todo dia você está aprendendo, e até me arrependi. Acabei saindo antes, nem vi o gol do Gênus", disse.

Ainda desempregado, Lana aguarda algum projeto que o interesse, enquanto isso, continua no aguardo. "Estamos aí na luta. Na hora que aparecer alguma coisa a gente trabalha", concluiu o treinador.

Publicidade
Publicidade