Terça-feira, 14 de Julho de 2020
SÉRIE D

'Primeiro jogo é o mais importante', diz treinador do Manaus sobre final contra o Brusque

Após derrubar Jacuipense-BA, Manaus está na final do Brasileiro Série D. Por ter melhor campanha, Gavião do Norte decide em casa



hamilton_golo_9676D851-78F1-4898-8309-248D6C3236CE.jpg Márcio Silva/Freelancer
05/08/2019 às 11:56

O Manaus garantiu no sábado (3) vaga na final do Brasileiro da Série D ao bater o Jacuipense-BA por 1 a 0 na Arena da Amazônia. O responsável pelo gol da classificação foi Hamilton, que marcou de pênalti e se tornou um dos artilheiros da competição com oito gols. Com o empate em 1 a 1 na primeira partida, em Riachão do Jacuípe, na Bahia, bastava uma vitória simples para o Gavião do Norte se classificar e assegurar a vaga na decisão.

Na final o adversário será o Brusque, de Santa Catarina. Nesse domingo (4), no estádio Augusto Bauer, em Brusque, a equipe catarinense venceu o Ituano por 2 a 0 no tempo normal, igualou a vantagem construída pelos paulistas no primeiro jogo, e se classificou para a decisão ao vencer a disputa de pênaltis por 4 a 3. A previsão é de que as finais aconteçam nos dias 11 e 17 de agosto; domingo e sábado, respectivamente. 



Por ter a melhor campanha geral, o Gavião do Norte vai decidir o título em casa, na Arena da Amazônia. Em contrapartida, no primeiro confronto da decisão, o ‘Bruscão’ (apelido do Brusque) terá o ótimo retrospecto como mandante a seu favor: além de ainda não ter perdido em casa, durante a fase de mata-mata a equipe catarinense venceu todas as partidas por vantagem mínima de dois gols e ainda não sofreu nenhum. 

“O primeiro jogo sempre é o mais importante. Dentro da classificação, o Brusque é quem mais somou pontos depois do Manaus. É uma equipe muito difícil, com 100% aproveitamento dentro de casa. Vamos tentar superar mais essa dificuldade”, afirmou o comandante Wellington Fajardo.

A dois passos de fazer história para o futebol amazonense, Fajardo ressalta que a equipe tem superado preconceito e discriminações durante a campanha. “Tenho visto que há um menosprezo muito grande com o Amazonas. Ninguém acredita que temos a melhor campanha. Na transmissão do jogo (entre Brusque e Ituano), vi que falavam com certa ironia quando diziam que iriam enfrentar um time do Amazonas. Temos superado isso tudo e temos que ser respeitados porque temos a melhor campanha”, declarou irritado o treinador.

AM X SC de novo

Mais uma vez, os catarinenses serão adversários dos amazonenses na Série D do Brasileiro. De uma maneira diferente, em 2010, outro clube do estado de Santa Catarina foi ‘pedra no sapato’ do América de Seu Amadeu. Após conquistar o acesso no campo, o ‘Mequinha’ perdeu o acesso à Série C nos tribunais por escalação irregular. E quem herdou a vaga foi o Joinville-SC.

Com o Brusque pela frente, o Manaus será o segundo clube amazonense a disputar uma final direta das principais divisões do futebol brasileiro. O primeiro foi o próprio América, que acabou derrotado para o Guarany de Sobral-CE, em 2010. Em 1999, o São Raimundo chegou a brigar pelo título da Série C, mas o formato de disputa era em quadrangular final.

Sabendo que pode ficar marcado na história, Fajardo acredita que o trabalho é quem pode levar o Gavião do Norte ao título. “Acredito em produção. Se há produção, há trabalho que é consistente e pode nos levar ao título. Independente do confronto Norte contra Sul, o importante é produzir”, completou Wellington Fajardo.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.