Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Craque

O respeito voltou? Fifa aprova mudanças históricas para tentar resgatar a confiança na entidade

Comitê de Reformas da Fifa aprovou pacote de mudanças em seu comando antes da eleição desta sexta-feira (26), em Zurique. A maior das reformas vai na limitação do mandato do novo presidente 



1.jpg Fifa faz eleição para escolha de novo presidente.
26/02/2016 às 11:04

Federações afiliadas à FIFA aprovaram nesta sexta-feira (26) um pacote de reformas que abre o caminho para melhorias significativas no comando do futebol mundial, incluindo uma separação clara entre a tomada de decisões comerciais e políticas, um maior escrutínio de altos funcionários e compromissos para a promoção das mulheres no futebol e os direitos humanos .

As reformas foram apoiadas por 179 das 207 associações membros presentes e com direito a voto no Congresso Extraordinário, em Zurique. O Congresso também irá eleger o novo presidente da FIFA.

As reformas foram baseadas nas propostas feitas pelo Comitê de Reformas da entidade e as subsequentes recomendações apresentadas ao Congresso pelo Comitê Executivo, sob a forma de projeto de Estatutos da FIFA. Eles representam um passo essencial para a modernização da cultura institucional da FIFA em áreas-chave como a clara separação de funções políticas e de gestão, limites de mandato, a divulgação da remuneração individual, maior reconhecimento e promoção das mulheres no futebol e um compromisso de consagrar os direitos humanos dos Estatutos da FIFA. 

Além disso, eles incluem princípios estatutários de boa administração para as associações e confederações, tais como relatórios de auditoria independentes anuais obrigatórias, bem como os órgãos judiciais independentes para assegurar uma separação de poderes em todos os níveis das estruturas de futebol.

"Estamos unidos em nossa determinação para colocar as coisas de forma correta, de modo que o foco seja o futebol, mais uma vez", disse o presidente em exercício da FIFA, Issa Hayatou."O trabalho duro de restaurar a confiança e melhorar a forma como trabalhamos começa agora."

"Isto irá criar um sistema de governo mais forte e maior diversidade que vai dar de futebol uma base sólida sobre a qual a prosperar. Ela vai ajudar a restaurar a confiança na nossa organização. E vai dissuadir futuros delitos", disse


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.