Publicidade
Esportes
Craque

One Day Fight: evento reúne lutadores de todo o estado em disputa na Zona Leste

Haverá duas disputas de cinturão: entre Michel Costa x Jackson Brandão - válida pela categoria até 52 quilos - e Euciberg Souza x Alexandre Rodrigues, o Piu  - pela até 57kg 06/11/2015 às 14:18
Show 1
Michel Costa vai disputar o cinturão principal no One Day Fight, mas não terá vida fácil contra o casca grossa Jackson Brandão
paulo andré ---

Você que ama o MMA já tem compromisso para o dia 28 deste mês? Então agende-se para prestigiar, a partir de 19h30, o 3° One Day Fight, que acontece no ginásio Antônio Nunes Jimenis (rua Antenor Cavalcante, Zumbi 1, Zona Leste).

Haverá duas disputas de cinturão: entre Michel Costa (MPBJJ Nova União) x Jackson Brandão (Academia AmazonFit) - válida pela categoria até 52 quilos - e Euciberg Souza (MPBJJ Nova União) x Alexandre Rodrigues, o Piu (OCS Monteiro JJ) - pela até 57kg.

Além dessas duas lutas, outras seis prometem não deixar ninguém parado: Kennald Santos (One Day Fight) x William Batista Segadilha, Rodrigo Garcia (Carioca Team) x Marcinei Braga (Gato Brasilian Jiu-jitsu) (essas duas anteriores na modalidade jiu-jitsu), Welionay Lima (ZL Fitness) x Cavalcante (Team Luta Livre), Francinaldo Felipe (SV Team) x Alexsander Leão (One Day Fight), Lucas Lima Mateus (Mauricio de Jesus Luta Livre) x Mateus Fernandes Segadilha e o combate entre Gaudêncio x Jhonas.

Casca grossa

O lutador Michel Costa, categoria até 52kg palha, é da Academia Márcio Pontes Brazilian Jiu-Jítsu Nova União/Arena Muay Thai, e no One Day Fight vai enfrentar Jackson Brandão, da Academia Amazon Fit , por disputa de cinturão. Michel vem de 2 vitóirias seguidas pelos eventos Energy e Big Way.

A preparação de Michel está em ritmo forte: na segunda, quarta e sexta ele aprimora o mnuai thai, jiu-jitsu e faz sua preparação física). Já nas terças e quintas ele faz sparring (inclusive com feras como o também amazonense, e recém-contratado do UFC, Dileno Lopes.

“Minha expectativa é boa, e estou bastante treinado e mais forte do que na última luta porque é disputa de cinturão e quem estiver mais preparado será o vencedor”, analisa o competidor, que vai além: “Não conheço meu adversário. E creio que a casa estará cheia. A gente fica mais animado com o povo gritando nosso nome”, frisa o lutador.

Publicidade
Publicidade