Publicidade
Esportes
Craque

Open Internacional de Jiu Jitsu reúne mais de 200 atletas

Nesta tipo de competição, os melhores atletas participam do torneio nas diversas categorias de gênero e peso, a arbitragem julga pela qualidade dos combates realizados e não a quantidade 08/09/2014 às 15:48
Show 1
“Ano que vem os atletas faixa preta da modalidade só poderão lutar o Mundial de Jiu-Jítsu se tiverem pontos a altura e esse campeonato é uma ótima oportunidade para pontuar”, disse Elvys Damasceno, titular da Secretaria Municipal de Esporte Juventude e Lazer (Semjel)
acritica.com Manaus (AM)

Aconteceu no sábado (6) a segunda edição do Manaus International Open Championship, realizado pela International Brazilian Jiu-Jítsu Federation (IBJJF) em parceria com a Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ). A competição reuniu um público estimado em mil pessoas, das quais 278 competiram em dez categorias da modalidade.

O campeonato contou pontuação para o ranking da IBJJF, a partir do qual o atleta poderá garantir vaga para o próximo Campeonato Mundial de Jiu-Jítsu, a ser realizado em 2015.

Grandes nomes do jiu-jítsu amazonense prestigiaram a disputa, como Mestre Osvaldo Alves, que detém a faixa vermelha 10º Dan. Para ele, a realização do evento no Amazonas é um importante salto para elevar ainda mais o esporte como potência.

“O Amazonas já tem grandes nomes reconhecidos mundialmente nos esportes que envolvem lutas, como Ronaldo Jacaré, Alexandre Ribeiro, Saulo Ribeiro, Bibiano Fernandes, Omar Salum, Thiago Reinaldo, entre outros. Então é mais que justo a Confederação Brasileira realizar edições do Open de Jiu-Jítsu aqui em Manaus”, ressalta Osvaldo Alves, justificando que Manaus é a capital do Estado que mais vem ganhando destaque em competições de nível nacional e internacional.

Segundo o coordenador de eventos da CBJJ, Filipe Abdalla, Manaus foi escolhida para sediar a edição do evento por ser considerada uma cidade de alto rendimento e de grande contribuição para o jiu-jítsu. “O jiu-jítsu é muito forte aqui e para valorizar e incentivar ainda mais a prática do esporte na cidade, a CBJJ optou por realizar a segunda edição da competição”, afirmou.



Publicidade
Publicidade