Publicidade
Esportes
Craque

Operário vence Rio Negro e pode levar a final da ‘Segundinha’ para a Arena da Amazônia

O Sapão não deu moleza pro Galo e transformou o estádio Carlos Zamith em lagoa de felicidade. O time Barriga Preta deixou escapar a chance de ser campeão do returno e levar a taça por antecipação 03/12/2014 às 23:47
Show 1
Operário levou o título do returno da Série B do Amazonense em cima do Rio Negro.
Denir Simplício Manaus (AM)

“De boa na lagoa”. Essa é a sensação que o Sapão da Terra Preta deixou ao sair do estádio Carlos Zamith, na Zona Leste de Manaus, logo após erguer a taça do returno do Campeonato Amazonense da Série B, na noite desta quarta-feira (3). Com gol único do artilheiro Charles, o Operário FC trabalhou o jogo com muita raça e venceu o Rio Negro por 1 a 0, em cobrança de pênalti, e fez a festa no terreiro do Galo.

Com o título do segundo turno da “Segundinha”, o time da Terra da Ciranda fará a grande final da competição em data ainda não definida. A Federação Amazonense de Futebol (FAF) confirmou a data da decisão para o próximo domingo (7), no estádio da Colina, na Zona Oeste, como está previsto na tabela do torneio. No entanto, a final pode ser levada para o feriado da segunda-feira (8), na Arena da Amazônia. Tudo, no entanto, vai depender de uma reunião entre clubes, FAF e Fundação Vila Olímpica (FVO), que é a administradora do estádio.

O jogo

A primeira meia hora de jogo foi de muita correria e pouca técnica. Procurando as laterais do campo, o Sapão só levou perigo ao gol do Galo aos 35 minutos com o veloz Fininho. O Rio Negro, por outro lado, jogava com a tranquilidade de poder até empatar para levar com o título, só saindo nos contra-ataques. No final da primeira etapa o Operário partiu com tudo pra cima do time Barriga Preta, foram quatro chances evidentes de gol. Na mais clara delas, o atacante Charles conseguiu cabecear fora do gol mesmo estando dentro da pequena área, depois de bela joga de He-Man.

O segundo tempo começou com o Galo mais bem postado dentro de campo, porém, quem pulou na frente do placar foi o Sapão. Charles foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou o pênalte. O artilheiro do Operário não perdoou e balançou a rede do Galo aos 5 minutos. O que se viu depois disso, foi o Rio Negro tentanto empatar e acabar com a festa do time do interior do Amazonas.

O comandante do Galo, Sérgio Duarte, até tentou mudar o panorama da partida com a entada do arisco Pelezinho. Os artilheiros Tiago Verçosa e Weverton não encontravam o caminho do gol de Johnatan. Nos minutos finais os jogadores do Sapão inteligentemente, seguraram a bola no ataque e impediram qualquer chance de reação do Alvinegro da Praça da Saudade.   

Logo após o apito final do árbitro Edmar Encarnação, jogadores comemoraram no gramado do Zamithão. O técnico do Operário, Fábio Luiz, mesmo feliz com a vitória comentou que o time vai lutar pra levar a taça da Segundinha. “Estou feliz, mas ainda tem a grande final e vamos brigar pelo título”, afirmou.



Publicidade
Publicidade